sábado, 8 de outubro de 2011

Rapidinhas pelo BRASIL.

A GLOBO VAI À LUTA
O campeão - Anderson Silva: a Globo,
antes refratária ao vale-tudo, também o quer.
Dentro de quinze dias, o UFC deve bater o martelo sobre qual emissora transmitirá a edição brasileira do torneio em 2012. A disputa entre as redes de TV está bastante agressiva. E a maior novidade é a entrada da Globo no octógono. A campeã de audiência sempre se recusara a transmitir um esporte tão violento.

TUDO DOMINADO
Rosane x Collor de Melo
Um caso envolvendo Fernando Collor poderá bater no CNJ nas próximas semanas. Depois de sucessivas manobras na Justiça de Alagoas, o processo em que Rosane Collor pede a execução de uma dívida do ex-marido por pensão alimentícia completou três anos e meio parado.

Collor nunca foi citado no processo — o oficial de justiça alegou que tentou oito vezes, mas não conseguiu encontrar o senador. Neste ano, a Justiça chegou a penhorar um apartamento de Collor para quitar o débito, mas não a decisão não foi publicada no Diário O ficial — ou seja, a sentença não valia de nada.

A defesa de Rosane protestou, sem sucesso, na corregedoria do TJ-AL. Por ironia do destino, quem poderia dar uma solução ao caso é James Medeiros, corregedor do tribunal. Coincidentemente, o desembargador já foi defendido por Fábio Ferrario, advogado de Collor, num processo que corre no Supremo.

BOMBA RELÓGIO
Está marcado para segunda-feira um julgamento que poderá levar à penhora de mais de cinco bilhões de reais da Petrobras.

A 16ª Vara Federal do Rio de Janeiro vai decidir o valor de uma dívida já reconhecida em uma ação popular transitada em julgado no STF. O processo refere-se ao delirante consórcio Paulipetro formado durante o governo de Paulo Maluf para encontrar petróleo em São Paulo.

Em agosto, a Petrobras depositou judicialmente 2,4 milhões de reais, valor que considera correto para a dívida por ter participado apenas da venda de dados sísmicos.

Já o MPF e os autores da ação popular afirmam que dezessete contratos com a Petrobras elevam a dívida para a quantia bilionária.

TODO CUIDADO É POUCO
Reforço - Mais segurança no palácio,
depois que um maluco armado entrou no saguão

Depois que um homem armado conseguiu chegar à entrada principal do Palácio do Planalto sem ser importunado — ameaçando se matar ali mesmo, caso não falasse com Dilma —, a segurança presidencial passou por “aperfeiçoamentos”, de acordo com o Planalto. Mas nada que impeça o acesso de outros malucos. As entradas do complexo do Palácio continuam sob os cuidados de funcionários de uma empresa terceirizada, que atuam mais como porteiros. Um exemplo de fragilidade está na Vice-Presidência. O gabinete de Michel Temer fica no térreo de um anexo do Planalto e apenas um vidro — que não é blindado, ressalte-se — o separa da ação de lunáticos.

O sertanejo BRUNO chama brasileiras de "piranhas" nos EUA.

Bruno, da dupla com Marrone, fez um show solo no último dia 29 de setembro, em São Francisco, nos Estados Unidos, e ofendeu de forma grosseira as brasileiras chamando-as de ‘piranhas’. O cantor aproveitou o intervalo entre uma música e outra para conversar com o público e soltou o comentário.

“Aqui não sei se tem rio bom para pescar, mas lá no Brasil tem muitos rios maravilhosos para pescaria. E lá tem cada peixão, aqueles peixão com rabão bonito, do rabão grande. Tem muito pirarucu, pacu, tem piranha... lá tá tendo muita piranha! Tem tanta piranha que jacaré come assim ‘ó’. Interessante demais essa pesquisa. As únicas piranhas que saíram de lá vieram morar aqui nos Estados Unidos [risos e gritos da plateia] Digo, é o contrário! As piranhas, que não eram piranhas, vieram morar aqui nos Estados Unidos, estou falando. [risos]”.

As palavras de Bruno caíram no Youtube e tomaram grandes proporções no Brasil. Várias mulheres ficaram revoltadas com os comentários do cantor e ele, por sua vez, resolveu pedir desculpas em sua página oficial do Facebook.


Veja o Vídeo

“Com todo o respeito, é de lamentar como tem gente com o coração tão maldoso neste mundo. Mesmo assim, novamente, peço desculpa”, escreveu.

Antes, o que não é mostrado no vídeo abaixo, o cantor também ironizou o ‘casamento ideal’, dizendo que mulher é bom limpar a casa e lavar roupa.

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

A Ministra IRINY LOPES exigi que o quadro "Ai como eu tô bandida", seja retirado do Zorra Total

Não sou muito fã de Valéria e Janete. Acho que o quadro do "Zorra Total" reforça vários estereótipos negativos ao mesmo tempo.

De um lado, uma transexual que se acha lindíssima e ultra-feminina, quando na verdade é medonha e não consegue passar por uma mulher "de verdade". Do outro, uma coitada que é a epítome da burrice: não percebe que é maltratada pela trans, e entende como galanteios as encoxadas que leva no metrô.

Para piorar, a dupla já está perdendo a graça. As situações são completamente previsíveis e o bordão "ai, como eu tô bandida" está prestes a expirar seu prazo de validade.

Agora, exigir que o quadro seja retirado do ar é um pouco demais. Mas foi isto o que fez o Sindicato dos Metroviários de SP, com o apoio de Iriny Lopes, da Secretaria de Política para Mulheres. A ministra era desconhecida da maior parte do público até outro dia, mas agora é figurinha fácil no noticiário.
Rodrigo Sant'Anna é Valéria (esquerda)
que faz dupla com Janete no metrô do "Zorra Total"

Primeiro foi o episódio dos comerciais de lingerie estrelados por Gisele Bündchen. Iriny pediu ao Conar que a campanha fosse retirada do ar. Depois, concordou que o quadro de maior sucesso no "Zorra Total" é ofensivo - não à categoria dos metroviários, mas às mulheres em geral. A notícia nem havia esfriado quando Iriny anunciou que pretende interferir no roteiro da novela "Fina Estampa".

A Secretaria quer que a personagem Celeste (Dira Paes), que apanha do marido, procure a Rede de Atendimento à Mulher, e que o vilão seja encaminhado a um centro de reabilitação. É uma iniciativa louvável: nenhuma outra manifestação cultural brasileira tem a penetração e a capacidade de convencimento que as novelas têm. Também é uma intromissão não-solicitada no trabalho do autor. Fica a dica, senhora ministra: é melhor não criar caso com Aguinaldo Silva.


Vistos em conjunto, esses três casos dão a impressão de que está ressurgindo no Brasil um antigo bicho-papão. Sim, ela mesma, a censura. Mas suas lâminas agora vêm folheadas de correção política, a maneira "in" de fechar a boca de quem não pensa como a gente.

Podemos discutir por dias a fio se os comerciais da Hope ou os programas humorísticos são mesmo perniciosos. Todos os lados da questão têm argumentos válidos, e qualquer discussão é sempre esclarecedora. Mas não dá para aceitar a proibição pura e simples.

Preferia que a decisão fosse deixada nas mãos do telespectador. O controle remoto é muito mais eficaz do que qualquer tesoura. Abusos sempre serão cometidos, mas calar alguém à força é um abuso ainda maior.


Infelizmente, desconfio que pouca gente no governo concorde comigo. Tenho a impressão de que a ministra Iriny Lopes só está esquentando os tamborins, e ainda vai se meter em muita coisa por aí.

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Presidiária do DF descoberta em concurso na cadeia compõe e lança CD.

Danila Alves está presa há cinco anos por tráfico de drogas.
'A voz da liberdade' tem oito músicas, cinco da presidiária
A presidiária Danila Alves, de Brasília,
que vai lançar CD, compõe na cela
Presa há cinco anos por tráfico de drogas no Presídio Feminino do Distrito Federal, Danila Alves, de 25 anos, gravará seu primeiro CD na próxima quinta-feira (13). O álbum “A voz da liberdade” deve ser lançado em 30 dias, com oito músicas, cinco compostas pela presidiária. Além do CD, a Danila pretende gravar um clip e um making of para divulgação da obra.
 
Danila canta desde criança, mas disse que descobriu o dom da música dentro do sistema penitenciário. Ela participou de competições artísticas entre presos do DF e contou conseguiu ganhar três vezes consecutivas na categoria musical.
“As músicas para a competição devem ser criadas com temas. Já ganhei com a música da água, do crack e outra”, afirmou. Ela disse que não se importa com a premiação, porque gosta do processo de produção musical, pois tem "facilidade para compor".

PRISÃO
Danila espera ser solta no início do próximo ano. Ela está presa há cinco anos, por tráfico de drogas. Ela disse ao BLOG que quando era criança, a mãe também já ficou presa pelo mesmo motivo, por quase cinco anos.
 
“Minha mãe nunca quis essa vida para mim. Na minha infância, ter convivido com pessoas fumando e com drogas, aquilo me influenciou muito. Eu não tinha uma cabeça que eu tenho hoje”, explicou.

Deputado Federal ZÉ VIEIRA sofre infarto e é internado em São Luís.

 Deputado Federal maranhense Zé Vieira (de Bacabal)
O deputado federal maranhense Zé Vieira (PR), de 77 anos, sofreu um infarto na madrugada de hoje (5) em Bacabal (a 258 quilômetros de São Luís).
Passavam 30 minutos da meia-noite quando Vieira começou a sentir-se mal, com fortes dores no peito.
 
Ele foi levado inicialmente para o Hospital Laura Vasconcelos, em Bacabal, e depois transferido, entubado, numa ambulância do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu), para o Hospital São Domingos, em São Luís, onde deu entrada às 5h20. O médico Elígio Almeida o acompanhava.

Zé Vieira chegando ao hospital São Domingos em SLZ
Ainda não há informações precisas sobre o estado de saúde do deputado. No início da manhã, chegaram ao hospital familiares do parlamentar e o prefeito de Bacabal, Raimundo Nonato Lisboa (PDT).


José Vieira Lins nasceu em 30 de julho de 1934, em Sousa, na Paraíba.
 
Pecuarista e empresário, Zé Vieira foi prefeito de Bacabal por dois mandatos (1997 a 2000 e 2001 a 2004).
 
Elegeu-se deputado federal em 2010 com 76.629 votos.

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

EIKE BATISTA cria a SIX, empresa na área de tecnologia.

Nova companhia do grupo EBX iniciou suas atividades na área de automação industrial, com a aquisição da AC Engenharia

A SIX vai desenvolver tecnologia no estado-da-arte para o mercado", afirma Eike Batista
Eike Batista 8º homem mais rico do mundo
dono do gás de Capinzal do Norte-MA.
 O Grupo EBX, do empresário Eike Batista, fez seu primeiro investimento na área de tecnologia, com a criação da SIX Soluções Inteligentes. De acordo com comunicado divulgado nesta quarta-feira, a nova companhia iniciou suas atividades na área de automação industrial, com a aquisição do controle da AC Engenharia. Paralelamente, diz a nota, a companhia irá buscar sinergias existentes com as outras empresas do Grupo EBX nos setores de infraestrutura e recursos naturais.

O valor em que o Grupo EBX pagou para adquirir 70% de participação no capital da AC Engenharia não foi divulgado. Os 30% restantes permanecem com o fundador da empresa, Alexandre Caldas, que continuará no cargo de CEO. "Com a entrada do grupo no negócio, a companhia fica mais robusta financeiramente, podendo participar de projetos maiores, inclusive por meio de parcerias com gigantes do setor de infraestrutura industrial", diz o comunicado.

A nota informa ainda que, com dezessete anos de experiência no mercado nacional e internacional de óleo e gás, a AC Engenharia tem sede no Rio de Janeiro e conta atualmente com quase 130 colaboradores. "Esse total deverá mais que quadruplicar até 2015, chegando a 600 pessoas, por conta do plano de investimentos agressivo da SIX. Entre 2011 e 2019, está previsto um desembolso de 100 milhões de reais, destinados à pesquisa e desenvolvimento de inovações. Parte desses investimentos será direcionada para a montagem de centros de desenvolvimento no Rio e em Macaé, no Norte Fluminense", diz a nota.

"A SIX vai desenvolver tecnologia no estado-da-arte para o mercado. Arbitramos ineficiências e esse novo investimento eliminará gargalos nesse setor", diz Eike Batista, presidente do Grupo EBX, também por meio do comunicado.

O povo gosta de uma polêmica, diz SANDY.

Cantora viajou com os pais para Manhattan e afirmou que entrevista à "Playboy" é coisa do "passado"

 Antes de retomar a turnê do CD solo "Manuscrito", cujo registro em DVD será lançado no próximo mês, Sandy resolveu tirar uns dias de férias e curtir Nova York ao lado do pai Xororó e da mãe Noely. O marido, Lucas Lima, ficou no Brasil "trabalhando".

Na noite desse sábado (1), a cantora foi flagrada com exclusividade pelo blog do Paul Getty na badalada casa de shows Terminal 5. "Eu precisava de uns dias para descansar, estava ficando enlouquecida", disse. Por lá ela curtiu também o show do americano Ben Harper.

Sorridente, Samdy minimizou a polêmica em torno da entrevista que concedeu à revista "Playboy", na qual apareceu na capa da edição de aniversário, com Adriane Galisteu, com a manchete "É possível ter prazer anal". "O povo gosta de uma polêmica. Mas quem leu a entrevista viu que não era nada daquilo, foi só um 'sensacionalismozinho'. Mas acho que já passou (a polêmica). Pra mim já é coisa do passado", afirmou.

Sobre o roteiro da viagem, Sandy contou ter assistido o musical "O Homem-Aranha", em cartaz na Broadway, e disse que pretendia assistir ao novo espetáculo do Cirque du Soleil, "Zarkana". "Adoro o Cirque, já vi várias vezes". E, como tantas mulheres que vêm a Nova York, na sua lista de afazeres também estão compras de roupas e maquiagem. "Não dá para deixar de passar na Sach's e na Bloomingdale's".

terça-feira, 4 de outubro de 2011

Após polêmica, RAFINHA BASTOS ironiza afastamento do "CQC".

Enquanto o programa estava no ar com Mônica Iozzi na bancada, o apresentador publicou fotos com mulheres em poses sensuais.
Mulher que aparece ao lado de Rafinha
exibe revista que criticou a postura do apresentador
 e o chamou de 'rei da baixaria'

Não adianta Rafinha Bastos dizer que sofre patrulha do politicamente correto. Não há ser humano normal que considere divertida uma piada que diga que vai “comer a mãe e o bebê”, como a feita pelo humorista quando se referiu à cantora Wanessa Camargo. Rafinha pode até ter bons momentos à frente do “A Liga”, que é de fato um programa excelente, mas tem perdido a linha no “CQC”. Um pouco de freio e um pedido de desculpas são mais do que recomendáveis.

Jogada de marketing, ironia ou piada? Afastado do "CQC" após fazer uma brincadeira de mau gosto com a cantora Wanessa, que está grávida de seu primeiro filho, o apresentador Rafinha Bastos quebrou o silêncio e voltou a publicar uma mensagem no Twitter - algo que não acontecia desde o último sábado (1º).

Na manhã desta terça (4), Marco Luque também comentou o assunto com seus seguidores do Twitter. "Não sou pai nem patrão do Rafinha para botá-lo de castigo, apenas critiquei uma piada dele por achar que aquilo não é a proposta do programa", explicou.


"Que noite triste para mim", escreveu ele, que em seguida postou fotos ao lado de mulheres com um corpo escultural fazendo poses sensuais. "hahaha engraçado, mas a Monica (Iozzi, a substituta de Rafinha) dá de 10 nessas 'mina'", respondeu o jornalista Marcelo Tas, também via microblog, logo depois do programa. No "CQC", Tas divide a bancada com Rafinha e Marco Luque.

Durante o programa, Monica justificou que seu colega estava ausente pois teve câimbra na língua.

Na manhã desta terça (4), Marco Luque também comentou o assunto com seus seguidores do Twitter. "Não sou pai nem patrão do Rafinha para botá-lo de castigo, apenas critiquei uma piada dele por achar que aquilo não é a proposta do programa", explicou.
 

É de ENLOUQUECER: Foram criadas 4,2 milhões de leis no BRASIL nas últimas duas décadas. A maioria delas só serve para atrapalhar a vida dos brasileiros.

FIM DA PROPAGANDA
INFANTIL NA TV
PROJETO DE LEI FEDERAL Nº 702, DE 2011

Situação: aguarda aprovação na Câmara dos Deputados

 O que determina: proíbe todo e qualquer propaganda para o público infantil na televisão entre 7 e 22 horas.

O absurdo: poucos governos do mundo, até hoje, tentaram coibir o impulso de consumo das crianças de forma tão drástica. Nos Estados Unidos limita-se a propaganda infantil a 20% do tempo total dos anúncios. Cabe aos pais, e não ao estado, orientar os filhos sobre as tentações do consumo.

FUJO DE SÓCIO, COMO O DIABO FOGE DA CRUZ.


Minha história é real.
É a luta do Mal contra o Bem.
E seu desfecho final,
Ainda está longe, porém.
É duradouro, o meu sofrer.
E torço para o leitor, não ser
Uma vítima, também.

Eu e meu sócio fizemos
Uma obra de ponta.
Por último aos extremos
Daí, eu andar de cabeça tonta.
Ao saber que fui enganado:
O dinheiro depositado,
Ele raspou tudo da conta!

Desde que a vida é vida,
Existem bajuladores.
Também, em contrapartida,
Existem os delatores.
Ouço, desde criança,
Que “amigos de confiança”,
Foram os maiores traidores!

Ele andava na “escuridão.”
Hoje, encontrou a “luz”.
E pra bajular o ‘irmão’,
Usa o nome de Jesus.
Como é fácil enganar,
Virou testemunha de Jeová,
O Doutorzinho “Cruz”!

Eis, que o Engenheiro,
Vai até mudar de profissão.
Na igreja, o caloteiro,
Vive pastorando ‘irmão’.
O safado vai enganando.
E na lábia vai usando,
O nome de Jesus em vão!

Ainda vem com caramunhas,
Quando a vítima, sou eu!
Não aceito ‘testemunhas’,
Pois, não são amigos meus.
Serei honesto e preciso:
Como testemunha, só preciso,
Do Justo e Bondoso Deus!

Sei o quanto me custa
Levar a minha economia
O que mais me assusta,
Pegar dele mitomania
Doença que ataca o moral,
No entanto desse mal,
Sofre toda a sua família!


Até hoje, do canastrão,
De cabeça de prego
Não recebi um só tostão.
Se disser o contrário, eu nego.
E todos virão, mais tarde,
Ser esse cretino, mais covarde,
Que cachorro que morde cego!


Ele tem mais de uma cara.
É traidor e não tem honradez.
A facada foi funda...Não sara,
Embora ocorrida há mais de mês.
O infeliz nasceu para enganar.
É pior que Judas, Calabar,
Brutus e Silvério dos Reis!


Que dane-se, o patife nato.
É o que peço a Jesus.
Fuja o rato do gato
E as trevas fujam da luz.
Continuarei com meus negócios.
Porém, fugindo “desses” sócios,
Como o diabo foge da cruz!


Paul Getty S Nascimento
APL - Academia Pedreirense de Letras

 

NOTA: Após concluirmos a reforma de uma escola, o dinheiro foi depositado em sua conta-corrente e até hoje não vi sequer a cor do “faz-me-rir”. Por conta disso, o ‘poeta/empresário’ anda mais quebrado do que arroz de terceira. Essa figura de reputação dúbia, que me deixou vendo urso de maiô, é Engenheiro de profissão, e Pastor por enganação! Consultaram seu nome e de suas empresas junto ao SERASA, SPC e CHECKCHECK, Resultado: Está mais sujo do que pau de galinheiro! Pelo visto, é bem mais fácil Jesus voltar do que ele me pagar!

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

O CANTO DA EMA no Maiobão... um pedacinho de Pedreiras.

Paulo Piratta e Paul Getty (Canto da Ema)
Em novo endereço: Av 14, qd 03, Casa 08 - Maiobão
São Luís - Informações: (98) 8858.0825

O agradabilíssimo ‘Canto da Ema’ é um projeto pessoal do cantor e compositor ‘Paulo Piratta’ de Pedreiras – Ma, que não só engrandece a nossa cultura, a nossa arte, como também é um grande encontro de amigos, que involuntariamente une o nosso povo pelo prazer de dizer e ouvir; foi bom te rever, como está a família? Geralmente isso de maneira espontânea e verdadeira. Por conta disso sou movido pelo coração, e como poeta tenho razões e motivações próprias.

Esses encontros são muito mais que um encontro de amigos e conterrâneos, pois é na simplicidade deste evento semanal que está o maior significado (e podemos dizer, por que não?) de confraternização natalina antecipada, uma vez que cada um de nós representa um pedacinho da história da nossa querida cidade Pedreiras. Além de todo esse fascínio que o ‘Canto da Ema’ vem provocando nas pessoas, a música apresentada é de um bom gosto incrível; músicas autorais, músicas maranhenses, na acepção da palavra - música brasileira.

Forró Bom Demais, autêntico pé-de-serra
comandado pelo Sanfoneiro Antônio Neto





Essa atmosfera deixa o ambiente aconchegante e descontraído para os fãs de uma boa música, sobretudo de uma simplicidade que cativa - era uma casa pequena que cresceu e mudou de endereço, porém ainda metade das mesas fica ao ar livre, entretanto a preocupação maior da casa é manter um atendimento acolhedor, somando-se a isso um cardápio de primeira.

Apesar da simplicidade, e a boa qualidade da música a casa vem atraindo ilustres artistas maranhenses que sempre dão aquela famosa canja, e que canja!
Entrar no ‘Canto da Ema’ é como entrar na sala de casa. A casa tem uma estrutura compatível com o tamanho da clientela, que não para de crescer. O clima é tão agradável que você tem a certeza que conhece todo mundo que está ali ou que pelo menos já viu uma vez, e mais; os assíduos freqüentadores reconhecem neste lugar sua tradição, sua alma, a boa comida, o bom papo, e o indispensável bom trago.

Pois bem, se você ainda não conhece o ‘Canto da Ema’ aproveita para conferir o que a galera anda dizendo. Mas faça isso logo, pois a vida é curta.

Paul Getty S Nascimento
APL - Academia Pedreirense de Letras

domingo, 2 de outubro de 2011

O pau que nasce torto...

Floresta com árvores tortas
Para o povo Pedreirense.

A escora que é usada para garantir o crescimento correto de uma árvore nova, evitando, assim, que seus caules se desviem do rumo certo, é inútil para árvore que envelheceram tortas. O que ocorre com as árvores, porém, ocorre também com pessoas. E, pior, ainda, quando se trata de políticos, é óbvio!

Esses, quando abraçam a política como “profissão” (refiro-me aos maus políticos, é claro!), consolidam tendências degenerativas que a força do hábito transforma em viciações, tornando-se numa sua segunda natureza.

No político jovem, porém, é possível, quase sempre, o povo que lhe confiou um mandato, corrigir-lhe (por meios de protestos, denúncias, sugestões, etc.) falhas, e até mesmo ajudar-lhe a suprir deficiências que a imaturidade do “oficio” lhe impõe.

No político velho, entretanto (olha o caso da árvore!), essa tarefa é botânica e humanamente, impossível. O povo é que em muitos casos, “atua como escora”, por não conseguir discernir uma árvore nova de uma árvore velha que, sinuosa, dobra-se ao peso de galhos secos e desprovidos de frutos.


Periferia de Pedreiras-MA
“Atualmente, em Pedreiras-MA, contamos, hoje, com bons “jardineiros”, mas com somente duas opções: 1º) Continuar volvendo os olhos e os cuidados às árvores novas”, ajudando-as a crescerem retas e produzindo bons frutos; 2º) Continuar a perder tempo com “árvores velhas”, tortas e infrutíferas, cujo processo de degenerescência, é irreversível!...

Como os provérbios são a sabedoria de um povo, em versos assim diz o empresário/poeta, Paul Getty: Só mesmo bicho do mato / É que não gosta de conforto / O pau que nasce torto, / Não tem jeito, morre torto!

Vale a pena, pois, analisarmos, como “bons jardineiros”, com muito esmero, essa questão. Afinal, é o futuro de PEDREIRAS que está em jogo. E, o que é melhor: em nossas mãos!
 
Paul Getty S Nascimento
Empresário / Poeta / Compositor / Escritor
APL – Academia Pedreirense de Letras
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...