sábado, 9 de junho de 2012

MARANHÃO registrou em maio o metro quadrado mais caro do NORDESTE

Estado mantém-se na primeira colocação no custo médio da construção, de R$ 831,66, valor superior às médias da região (R$ 782,01).

O Maranhão mantêm-se na primeira colocação ao registrar no mês passado o metro quadrado mais caro da Região Nordeste. De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o custo médio da construção no estado chegou a R$ 831,66 em maio, valor superior às médias da própria região (R$782,01) e do Brasil (830,28).

Este ano, o custo médio da construção por metro quadrado no Maranhão iniciou-se em janeiro no valor de R$ 820,67 e desde então aumentou em R$ 10,99, alcançando em maio R$ 831,66. Custo que supera os de estados bem mais desenvolvidos como Minas Gerais (R$ 786,63) e Rio Grande do Sul (R$ 792,12).

No mês passado, o Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi), calculado pelo IBGE em convênio com a Caixa Econômica Federal, variou apenas 0,03% no estado. No ano, a taxa estadual está acumulada em 1,38%.

Acumulado - No Brasil, o Sinapi apresentou variação de 0,66% em maio, pouco acima do resultado de 0,64% de abril. Considerando os meses de janeiro a maio de 2012, a alta está em 2,55%, enquanto para o mesmo período do ano passado havia ficado em 3,20%. O resultado dos últimos 12 meses situou-se em 4,98%, abaixo dos 5,86% registrados nos 12 meses imediatamente anteriores. Em maio de 2011, a taxa havia ficado em 1,50%.

De acordo com a pesquisa do IBGE, por causa da pressão exercida pelo reajuste salarial decorrente de acordo coletivo, São Paulo registrou a maior taxa mensal. Em maio, a variação foi de 2,58%.

A Região Sudeste, com alta de 1,41%, registrou a maior taxa regional em maio, pressionada pelo reajuste salarial de São Paulo. As demais regiões apresentaram os seguintes resultados: 0,44% (Sul); 0,23% (Norte); 0,08% (Centro-Oeste) e 0,07% (Nordeste).

A Região Sudeste também se destacou em relação ao acumulado em 2012, apresentando a maior taxa no ano, 3,85%. Porém, no acumulado dos últimos 12 meses, a Região Sul registrou a maior variação, 6,50%.

O Sinapi
- O Sinapi é um sistema de pesquisa feita pelo IBGE em parceria com a Caixa Econômica Federal. Foi criado em 1969 para o setor de habitação, e em 1997 para o de saneamento e infraestrutura.

- Para realizar o estudo, o IBGE analisa mensalmente preços de materiais e equipamentos de construção, bem como os salários das categorias profissionais em estabelecimentos comerciais, industriais e sindicatos da construção civil, em todas as capitais dos estados.

Números
R$ 831,66 Foi o valor do custo médio
da construção por metro quadrado no Maranhão
registrado no mês passado
1,38% É a variação acumulada de janeiro a maio deste ano no custo da construção no
Maranhão, segundo o Sinapi

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...