sexta-feira, 22 de junho de 2012

PADRE abençoa fiéis pelo Facebook

Ari Silva também recomenda livros como penitência e distribui balas. 'Minha paróquia está sempre lotada', comemora o padre moderno.


O município de Nova Petrópolis, na Serra do Rio Grande do Sul, abriga desde 2010 um padre que chama a atenção da comunidade pela forma inovadora de abençoar os fiéis. A graça de Ari Antônio da Silva, de 62 anos é compartilhada, curtida e comentada por quase 5 mil pessoas no seu perfil no Facebook que, por algum motivo, não podem frequentar a Paróquia São Lourenço Mártir, onde o sacerdote profere diariamente seus sermões.

A idade avançada não dificulta a bênção cibernética, garante Ari. A sua popularidade com os fiéis aumenta cada vez mais e o padre não descarta criar outro perfil para atender a crescente demanda. "Acho muito interessante. Nunca vi nada demais nisso, mas ultimamente se tornou uma novidade por aqui. A Igreja Católica está se adaptando a esses novos estilos. Acho que é muito importante, embora também seja muito criticado por essa atitude. Mas não posso deixar de atender as pessoas. Todos me falam para criar outro perfil e sempre me pedem: 'a bênção padre'. E eu sempre respondo: 'Que Deus abençoe a ti e a toda sua família", detalha ao G1 Ari, o padre moderno.

Com a igreja sempre lotada e sem falsa modéstia, ele comemora o sucesso da suas missas. "Eu sou muito conhecido aqui na região. Vivo aqui há mais de 35 anos. Mesmo que eu abençoe alguns fiéis pela internet, acho que isso não distancia as pessoas da minha paróquia. Na verdade, os fiéis aumentam cada vez mais, minha paróquia está sempre lotada".

Mas a popularidade do padre é mais alta entre as crianças. Ele distribui balas de menta ao final de cada missa. "As crianças ficam encantadas e acabam trazendo os pais juntos. E o Facebook me ajuda muito porque elas também adoram a internet, não é? A minha mensagem sempre se espalha rapidamente. Por isso que eu digo que minha paróquia está sempre lotada, faça chuva, faça sol", completa o padre Ari.

A modernização da Igreja Católica foi pauta da 18ª Semana Teológica que ocorreu nesta semana em Caxias do Sul, na Serra.

E o espírito inovador do padre Ari não para no Facebook. As tradicionais penitências com orações não são recomendadas por ele. "Eu sempre digo para os penitentes lerem livros sobre religião e espiritualidade. Quanto mais as pessoas leem, mais próximas elas ficam da sabedoria. Deixo o Pai Nosso e a Ave Maria para a minha missa", brinca. Além de comandar a igreja em Nova Petrópolis, Ari também escreve num jornal, é doutor em filosofia pela Universidade de Salamanca, a mais antiga da Espanha, e autor de diversos livros sobre religiosidade.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...