sábado, 14 de janeiro de 2012

PAUL GETTY na Tirolesa em Carolina-MA (Veja o Vídeo)

Paul Getty no momento da chegada da descida na Tirolesa de 1.200m de extensão, com 420 metros de altura, a segunda maior do Brasil, viajando a uma velocidade de 70km por hora, num paraíso chamado PEDRA CAÍDA em CAROLINA-MA, que fica a 600km de Pedreiras-MA.


Veja o vídeo

Veja o Vídeo

LOBÃO - essa alma quer reza

Antes da reuniao da ONU que se realiza amanha, nos Emirados Árabes, o ministro de Minas e Energia, Edison Lobao, fez questão de visitar a mais importante mesquita de Abu Dhabi, onde admirou o colosso arquitetônico que ali se ergueu em pleno deserto.

O ministro foi convidado para o encontro pelo secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, que também o havia convidado para integrar o Grupo de Alto Nível de Energia Sustentável, no âmbito das Naçoes Unidas.

Católico convicto, Lobão fez orações fervorosas na mesquita. Não se sabe o que ele pediu a Alah, mas ao deixar aquele ambiente sagrado ele se sentiu ungido plenamente. O Maranhão, com certeza, estava no pensamento do ministro.

Acidente com transatlântico deixa mortos e feridos na ITÁLIA.

Navio com mais de 4 mil a bordo bateu em um banco de areia no litoral da Toscana e começou a afundar; passageiros foram retirados às pressas.

Ao menos três pessoas morreram na noite desta sexta-feira quando um navio de cruzeiro italiano encalhou e começou a afundar com mais de 4 mil passageiros a bordo no litoral da Toscana, informou a imprensa local. Embora as primeiras informações mencionassem seis óbitos em decorrência do acidente, esse número foi corrigido para três. Além das vítimas fatais, várias pessoas ficaram feridas.

O prefeito da ilha de Giglio, próxima ao local do acidente, revelou que a operação de retirada dos últimos passageiros e membros da tripulação apresentou complicações. Segundo a imprensa local, alguns passageiros teriam caído na água gelada durante o processo de evacuação. O Costa Concordia transportava cerca de 3,2 mil passageiros e mil tripulantes.

O navio, que zarpou esta sexta-feira de Civitavecchia, na região de Roma, encalhou em um banco de areia próximo à Giglio, no sul da Toscana. Unidades da guarda costeira e barcos de passageiros participavam do resgate. O transatlântico iniciava nesta sexta-feira um cruzeiro de uma semana pelo Mediterrâneo.

Luciano Castro, um dos passageiros do transatlântico, disse à imprensa italiana que o acidente aconteceu por volta das 21h30 (18h30 de Brasília). "Todos estavam jantando quando a luz apagou, houve um tranco e os pratos caíram da mesa", relatou ele. Quando a luz voltou, o comandante anunciou uma avaria no gerador elétrico e garantiu um conserto rápido, mas o barco começou a inclinar. A tripulação pediu que todos colocassem os coletes salva-vidas e logo veio a ordem para abandonar o navio, revelou Castro.

Pânico e empurrões - Quando as pessoas perceberam que a estrutura do navio estava comprometida, houve momentos de pânico. Na confusão, os passageiros trocaram empurrões para embarcar nos botes salva-vidas e nas lanchas dos bombeiros.

A companhia Costa Crociere, proprietária do cruzeiro Costa Concordia, assegurou que ainda não é possível definir a causa do problema ocorrido.

Generosidade e Recompensa - por PAULO COELHO

Compadecido com a pobreza do rabino Jusya, Ephraim colocava diariamente algumas moedas debaixo da sua porta. E reparou que, quanto mais dava para Jusya, mais dinheiro ganhava.

Ephraim lembrou-se que o rabino Baer era mestre de Jusya, e pensou:

“Se sou bem recompensado ao dar para o discípulo, imagine o quanto ganharei se resolver apoiar o seu mestre”.

Viajou para Mezritch, e cobriu de presentes o rabino Baer. A partir daí, sua vida começou a piorar, e quase perdeu tudo.

Intrigado, procurou Jusya e contou o ocorrido.

“É muito simples”, disse Jusya. “Enquanto você dava sem pensar a quem recebia, Deus também fazia o mesmo. Mas quando você começou a procurar gente ilustre para fazer suas doações, Deus também passou a fazer a mesma coisa”.

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

DAMIÃO e seu amigo de estimação... (Humor)


Uma CIGANA leu a minha mão... Situação Política de Pedreiras

FONTE: BLOG PEDRAS VERDES


Com o passar dos dias, as coisas vão se afunilando, quem for fraco vai pedindo arrego. Tem grupo que ainda fica naquele velho “migué”, dizendo que vai depender das pesquisas, mas, nós já desconfiamos para onde apontará o dedo dos mestres politiqueiros e marqueteiros de profissão. A indicação será para quem reunir mais condições e esteja perfeitamente alinhado com a máquina pública e com seus mantenedores. 

O grupo da oitava consoante, que está com a mala cheia recebe gente a toda hora. Totonho que andou papeando e se confraternizando com outros povos deve ficar mesmo no banquete imperial, onde já deve ter sido ‘cadastrado’. Chicote segundo uma labigó preta, pode até indicar o candidato à vice. 

Com o esfacelamento do ninho do periquito e a debandada das rolinhas, pegas e urubus, está sendo visto com bons olhos por quem estava acompanhando, Raimundo deverá mesmo se lançar como candidato. Segundo informações de um morcego vegetariano que sobrevoava a TV Rio Flores, Paul Getty seria outra opção viável, o poeta, empresário e compositor está bem animado com o sonho de ser chefe do poder executivo nas municipalidades, para tanto, não tem poupado esforços, acredito que esteja com a faca entre os dentes e com gosto de sangue na boca, sedento por essa oportunidade – Será que vai pintar uma dupla sertaneja?

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

TRIO PARADA DURA - tanto fala e tanto jura.


O lançamento da candidatura do ex-prefeito Tadeu Palácio à sucessão do prefeito João Castelo começou ontem, pela Rua das Muriçocas, na Lagoa da Jansen, e só termina hoje, na Praia do Olho d’Água, no hotel do Sesc-Turismo. Não me pergunte por que. 

O que sei é que o ex-vice de Jackson Lago na prefeitura e depois prefeito eleito da capital, forma o trio-parada dura, que ase anuncia para concorrer ao Palácio La Ravardière. 

O trio João Castelo, Washington Oliveira e Tadeu Palácio são os conhecedores dos problemas da capital maranhense. 

Castelo já foi governador, teve a mulher, Gardênia Gonçalves como primeira prefeita eleita depois da ditadura militar e segunda da história de São Luís. 

Já Washington Oliveira, vice-governador do Maranhão, embora cearense, tem uma história no sindicalismo maranhense, além de trânsito pelo PCdoB e depois uma militância aguerrida no PT, a ponto de ser presidente regional. 

O trio de pré-candidatos à eleição de outubro terá outros e mais outros trios de pretendentes ao mesmo posto, dentro dos próximos meses. 

Os três estão no páreo, cada qual com suas ferramentas de ação. Além do apoio de Roseana Sarney, Washington tem ligações com Dilma Rousseff e com o “capo” do PT, José Dirceu, que seria o autor intelectual de sua indicação. 

O instrumento de Oliveira não será diferente dos utilizados por Castelo e Tadeu na busca da captação de voto. Muda apenas os meios de cada um e os caminhos que adotarão para chegar ao eleitor. De novo mesmo, nada.

Agências do governo se contradizem sobre troca de PRÓTESES

A ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) contradisse hoje o anúncio da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) feito um dia antes.

Ontem, o diretor-presidente da Anvisa, Dirceu Barbano, afirmou que a troca de implantes mamários rompidos das marcas PIP e Rofil teria cobertura do SUS e dos planos de saúde, independentemente da motivação que levou à primeira cirurgia.


Ou seja, serão beneficiadas as mulheres que colocaram implantes em cirurgias de reparação ou estéticas. 
O anúncio ocorreu após uma reunião com entidades médicas e os ministérios da Saúde e Justiça. A informação foi confirmada, em seguida, pela assessoria de imprensa do Ministério da Saúde. 

Mas a ANS, que não quis comentar o anúncio, soltou uma nota nesta quinta-feira que contraria a Anvisa, afirmando que a oferta da nova prótese pelos planos não seria estendia a pacientes que colocaram os implantes para fins estéticos.

"Nos casos em que a colocação da prótese tenha finalidade estética, também é obrigatória a cobertura de eventuais complicações (...), mas [ela] não inclui o fornecimento de nova prótese", diz o texto em sua primeira versão.

Na segunda versão, esse trecho foi omitido do texto pela ANS considerar que a questão da nova prótese será tratada na reunião marcada com a Anvisa amanhã. A norma da ANS diz que novas próteses não são garantidas em caso de cirurgias estéticas. 

Segundo a Folha apurou, a Anvisa recebeu um dia antes do anúncio a orientação do Ministério da Saúde de que havia entendimento com a ANS para a oferta das próteses pelos planos em cirurgias para fins estéticos ou reparadoras. 

Questionado pela reportagem, Barbano respondeu pelo Twitter que a informação dada pela ANS no início da tarde seria "corrigida de acordo com o que foi comunicado ontem [quarta-feira]". 

Procurado, o Ministério da Saúde reforçou a alteração na nota feita pela ANS e a posição do SUS de realizar as cirurgias reparadoras, independentemente da marca da prótese.

Mulher afirma ter duas VAGINAS e diz ter perdido a VIRGINDADE duas vezes

Hazel foi até a TV britânica
falar sobre seu problema
Uma mulher de 27 anos revelou ter uma condição médica inusitada: ela tem duas vaginas, uma ao lado da outra. Hazel Jones foi diagnosticada com a raríssima condição aos 18 anos e segundo a própria, precisou perder a virgindade duas vezes! 

Hazel tem dois úteros separados, duas vaginas e duas cérvices. O problema se dá por uma má formação e é imperceptível às outras pessoas. A condição só foi percebida quando veio a primeira menstruação da garota, aos 14 anos, e ela reparou que o sangramento vinha de dois lugares distintos, mas não se preocupou muito com isso, apesar de dizer que era bastante desconfortável.

A constatação de que ela realmente não era “normal” se deu quando Hazel começou a namorar, aos 18 anos, e o rapaz percebeu que tinha algo “diferente” ali. Ela foi para o hospital e vários testes foram realizados até chegarem a conclusão correta.

Depois de saber do que se tratava, ela preferiu não fazer nenhum tipo de cirurgia reparadora e afirma ter uma ótima vida sexual hoje. 

EUA investigam vídeo de soldados urinando em militantes do Talibã

O vídeo, que foi postado no YouTube, mostra o que parece ser homens das forças norte-americanas no Afeganistão urinando em cadáveres de combatentes do Talibã.


Um grupo muçulmano de direitos civis nos Estados Unidos condenou a suposta profanação de cadáveres numa carta ao secretário de Defesa norte-americano, Leon Panetta.
assista ao vídeo



terça-feira, 10 de janeiro de 2012

A crise envolvendo LUIS FERNANDO no governo

Blogs alinhados ao chefe da Casa Civil, Luis Fernando Silva, um deles inclusive “balaio” hospedado no Jornal Pequeno, tentam negar a crise envolvendo o “chefe” no governo.

Luis Fernando andou se reclamando de perda de “poder” e teria chegado a pedir demissão, segundo ele mesmo confidenciou em conversas reservadas a vários interlocutores.


Obviamente, a governadora Roseana Sarney (PMDB) não aceitou a demissão. O próprio secretário também recuou.

Os aliados de Luis Fernando usam declaração dele mesmo e até da governadora para negar a história. Claro que o próprio chefe da Casa Civil não iria confirmar a própria queda. E jamais Roseana iria admitir publicamente uma crise dessa no governo.

Mas que o fato existiu, existiu. Foi comentado durante dois dias por várias fontes palacianas e dos meios políticos.

Na festa de Reveillon da governadora no Hotel Pestana era só o que se comentava. Pedindo reserva, vários membros do governo confirmaram a informação. Um deles chegou a afirmar que sabia da história “há 15 dias”. Jamais divulgaria um assunto desse se não tivesse certeza do que estava falando.

O mesmo já aconteceu com o secretário Aluísio Mendes (Segurança). Ele chegou a pedir demissão por causa de um “stress” com o “muy amigo” Fábio Gondim (Planejamento), que meteu a tesoura sem avisar em R$ 30 milhões do orçamento da pasta.

Em conversas reservadas à época, Roseana chegou admitir substituí-lo mas a “turma-do-deixa-disso” entrou em ação e evitou a exoneração. É mais ou menos o mesmo que acontece com Luis Fernando.

A verdade é que o secretário ainda não correspondeu às expectativas na Casa Civil. A reclamação contra ele é grande nos meios políticos. O que dizem: não atende ninguém e quando atende não resolve os problemas. Pergunte para a turma do PT!

Ele também anda incomodado com a presença do senador João Alberto (Projetos Especiais) no “meio-campo” da administração. Foi o senador quem intermediou o fim da greve da PM. A função seria do chefe da Casa Civil.

Não será surpresa se Luis Fernando tiver de mudar de pasta. Pode ser hoje, amanhã ou depois de amanhã. Anote!

Aos seus interlocutores, o secretário usou a desculpa de sempre: diz que os blogueiros estão a “serviço de seus adversários políticos”.

Os blogueiros não estão a serviço de ninguém. O único serviço que procura prestar é levar a informação verdadeira aos seus leitores.

Doa em quem doer!

Teste de conhecimento: descubra onde está o verdadeiro SARNEY. (humor)

Nesse jogo de quebra-cabeça entre o Deputado Simplício e a presidente Dilma, descubra onde se encontra o verdadeiro SARNEY. Pois segundo a lenda política o presidente do Senado consegue se multiplicar, e estar em todos os lugares ao mesmo tempo.



O Vice Governador WASHINGTON será mesmo o candidato do Governo a Prefeitura de São Luís?

O até então pré-candidato governista, o secretário Max Barros (Infraestrutura), teve uma reunião nesta segunda-feira (9) com a governadora Roseana Sarney (PMDB) onde ficou acertada a retirada de seu nome.

Max Barros (PMDB) argumentou que estava tendo dificuldades de convencer o PT do projeto em torno dele. Ele saiu de cena para facilitar a reedição da aliança que levou Roseana pela terceira vez ao Palácio dos Leões em 2010. 

O secretário disse que deixa a disputa sem ressentimento e apoiará tranquilamente a candidatura do petista. “Estou aqui para somar e não para dividir. Estou retirando meu nome para que o entendimento de 2010 possa ser reeditado. Vou apoiar o candidato que o grupo escolher. Se for Washington, ele terá todo nosso apoio”, declarou Max. 

O projeto “Washinton Luiz Prefeito” foi sacramentado em reunião neste final de semana na Ilha de Curupu da qual participaram a governadora, o presidente do Senado, José Sarney, e o secretário Ricardo Murad (Saúde), um dos mais empolgados com a ideia. 

No final do ano uma pesquisa qualitativa feita pelo Institui Metodológica, o marqueteiro Duda Mendonça, detectou espaço para uma “candidatura alternativa” à prefeitura da capital. 

O vice-governador manifestou de ser ele essa alternativa e acabou emplacando. Agora precisará convencer os “companheiros” de partido do projeto. 

domingo, 8 de janeiro de 2012

MÚSICOS defendem a PIRATARIA

O que eles querem é arrebatar público para os shows. A barraquinha de camelô acaba prestando um serviço de divulgação, oferecendo o material desses artistas a um público mais abrangente.

Perder parte da arrecadação das vendas de CDs, nestes casos, pode ser um bom negócio: funciona como instrumento cultural ao permitir acesso e projeção. E alguns artistas não têm medo de dizer: querem mais é ser pirateados.

Emicida
O rapper Emicida ainda vai além. Gosta mesmo é de ser reconhecido por esses vendedores ilegais. Na visão dele, a pirataria é uma espécie de MST (Movimento Sem Terra) da reforma agrária musical que ele deseja fazer.

“A pirataria é nossa foice, a ferramenta pra lutar contra a forma incorreta da distribuição musical no país. Nossas músicas chegam até as pessoas através desse mercado negro, seja ele físico ou virtual. No meu caso, foi fundamental.”

Emicida começou a ganhar fama graças aos vídeos caseiros que eram feitos durante as batalhas de rap de que ele participava – e vencia. “Na época em que vivemos, não tem sentido sair por ai cantando piolho de quem coloca meus vídeos e discos na internet ou vende em barraquinha. Quero mais é ser pirateado mesmo.”

Seu primeiro CD foi feito na unha. Para divulgar o trabalho, Emicida criou a Laboratório Fantasma. Dentro de casa, e com a ajuda do assessor, Evandro Fióti, eles gravavam, copiavam, embalavam e vendiam os discos nos shows. O que inicialmente era apenas uma gravadora de fundo de quintal, hoje caminha para virar um selo de rap.

“Comecei pirateando a mim mesmo. É a maneira que encontrei de fazer a coisa da forma que julgo correta. Vendo minha discografia nos shows por cinco reais. Com o salário mínimo que temos, cobrar 15 reais eu já acho que é dar bica na cabeça das pessoas.”

Outro expoente do rap, Criolo, também parece dar de ombros à venda – legal ou ilegal – de discos. Para garantir que seus fãs lotarão as casas de shows não apenas para cantar a já conhecida “Cálice”, releitura da música de Chico Buarque, ele colocou o álbum completo em seu site pessoal para ser baixado de graça. “Acredito que disponibilizar o disco pra download ajuda a diminuir a distância entre o público e a música que faço”, diz.

Baixe lá

Sem tanta poesia, os roqueiros do Cachorro Grande também resolveram oferecer o novo álbum, lançado no início de dezembro, na internet. Reconhecendo a força do mercado paralelo, eles estão mais preocupados em ter volume de público nos shows do que conquistar um disco de platina. 

“Só Roberto Carlos deve fazer dinheiro com venda de discos no Brasil. A gente ganha pra viver fazendo show. É isso que dá tesão. Queremos que escutem, cantem, não importa a forma como nosso produto é adquirido”, comenta Beto Bruno, vocalista do grupo.

O download gratuito, na opinião dos gaúchos, é uma forma de garantir que as músicas serão copiadas mantendo a qualidade do trabalho – prejuízo provocado pela pirataria. “Se a gente não fizer, alguém vai lá e faz. Queremos ser pirateados, é sinal de que o povo gosta, compra e irá aos shows. É ferramenta de acesso. O que entristece é quando vemos nossos álbuns sendo baixados na internet sem qualidade nenhuma.”

A Paraense - Gaby Amarantos
Boca de urna
Foi-se o tempo em que artistas deixavam fitas-cassetes na recepção das gravadoras e voltavam pra casa à espera de uma ligação. A cantora de tecnobrega Gaby Amarantos, mais conhecida como a Beyoncé do Pará, não bateu em portas de produtoras. Gastou a sola doando CDS em camelôs pelas ruas de Belém.

O álbum era gravado dentro de casa, e ofertado pessoalmente nas barraquinhas do centro da cidade. O mercado ilegal foi seu grande distribuidor. Além dele, Gaby peregrinava pelas Festas de Aparelhagem. Nelas, o artista se oferece para apresentar uma música de trabalho. Em troca da exposição, o DJ e organizador tem o direito de gravar e copiar a apresentação e comercializá-la durante o show. O serviço é praticamente delivery: subiu, cantou, gravou, copiou e vendeu.

“A pirataria me ajudou a ganhar dinheiro. Fazia muitos shows, pois vendia os CDs em camelôs. Devo minha carreira à pirataria e internet. Seria injustiça e burrice impor ao meu público que pague mais de 25 reais para me ouvir.”

Mr Catra
Uma câmera na mão..

O fim do apartheid musical também é defendido pelo funkeiro Mr. Catra. Sem lançar discos há mais de cinco anos, ele permanece entupindo casas de shows não apenas na cidade-berço da vertente, o Rio de Janeiro.

É a filmagem informal de suas apresentações, vendida nas ruas, ou disponível na internet, que o mantém quentinho no mercado.


“Funkeiro não vive sem a pirataria. Pode filmar, divulgar, é isso mesmo. Ganho a vida fazendo show. A gente não consegue espaço nas rádios, ou gravadoras. Somos censurados. Ainda somos vistos como vertente da ralé. Mal sabem eles que tocamos na gringa e em lugares requintados.”

Catra é ainda mais ácido. Na visão do funkeiro, a maioria dos artistas vive de jabá. Para ele, a pirataria nada mais é do que um jabá não regulamentado. “Dá no mesmo. É estupidez falar que o mercado ilegal é crime. É ele quem faz o artista.”

O Pedreirense CHICO RIOGRANDENSE ex-prefeito de São José dos Basílios é morto a tiros.

Natural de Pedreiras, Francisco Ferreira Sousa, mais conhecido como Chico Rio Grandense, era casado, tinha 69 anos e comerciante em Dom Pedro onde morava há vários Anos. Era sobrinho do saudoso ex-vereador Genuíno Rapôso de Pedreiras.

 Em 1999 resolveu entrar para a política, se elegendo pelo PPB (hoje PP) o segundo prefeito de São José dos Basílios, reelegendo-se em 2004 pelo PFL. O atual prefeito Joãzinho das Crianças foi o candidato de Riograndense em 2008 eleito com larga maioria.


Chico Riograndense, foi atingido com 5 tiros

O ex-prefeito do município de São José dos Basílios, a 396 quilômetros de São Luís, Francisco Ferreira de Sousa, conhecido como Chico Rio Grandense, foi assassinado hoje, por volta das 8:20h da manhã.

O ex-prefeito foi alvejado com 5 tiros, quando ia pra sua fazenda, localizada na cidade de Dom Pedro.

Chico Rio Grandense ia acompanhado por seu funcionário, Lourival da Silva Pereira, em um Fiat estrada de cor branca. No meio do caminho, eles foram abordados por dois homens em uma moto de cor prata, um dos homens alvejou o ex-prefeito com 4 tiros na cabeça e um no ombro.

O funcionário que acompanhava Chico Rio Grandense não sofreu nada e agora está prestando depoimento na delegacia de São José dos Basílios.

Dois pistoleiros assassinaram há poucos instantes o ex-prefeito de São José dos Basílios, Francisco Ferreira Sousa, o Chico Riograndense. Informações dão conta que o ex-prefeito foi vítima de uma emboscada no povoado Poção, interior de São José dos Basílios, cidade onde foi prefeito por dois mandatos e teria sido atingido por quatro tiros. Os pistoleiros fugiram e a polícia está a procura. Ainda não se tem detalhes se o crime teria motivação política.

De acordo com informações da I Companhia Independente da Polícia Militar de Presidente Dutra, os criminosos estavam numa moto prata sem placas no momento do assassinato fugindo do local se embrenhando nas matas do município. Todo o contigente da Polícia Militar da região comandado pelo Capitão Machado está fazendo barreiras nas principais saidas de São José dos Basílios na tentativa de prender os dois pistoleiros. O Secretário de Segurança Pública do Estado Aluízio Mendes está enviando mais reforço e um delegado especial para o local.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...