sábado, 9 de junho de 2012

CRÍTICOS - por Zeca Baleiro

Personagem longevo na história das artes, o crítico sempre esteve num lugar próximo ao purgatório, entre o céu e o inferno


Oscar Wilde dizia, com seu habitual veneno, que “nos melhores dias da arte não existiam críticos de arte”.

Personagem longevo na história das artes, o crítico sempre esteve num lugar próximo ao purgatório, entre o céu e o inferno. Se alguns cumpriram papel importante na história ao fazerem prognósticos certeiros e relatos ponderados sobre a arte (e os artistas) de seu tempo, outros foram crucificados por conta dos equívocos e maledicência ou gratuidade de seus julgamentos.

Certo é que sempre haverá críticos, seja em revistas, seja em jornais, bares, padarias, blogs e – atualmente onde estão os mais implacáveis – nas redes sociais, afinal criticar é da natureza humana. 

Como compositor popular que sou, alvo tanto de balas maldosas como de salamaleques superficiais de tais personagens, e depois de acurada pesquisa no submundo do show biz, dou meu contributo a este capítulo da arte com uma catalogação moderna deste espécime tão controverso e específico, o crítico de música popular.

Segue lista com alguns tipos emblemáticos que hoje atuam com suas resenhas ora risonhas, ora odiosas:

Tipo “erudito de balada” – conhece todos os DJs hype, viu o último show do Kraftwerk no Brasil, mas não tem ideia de como esse negócio de música eletrônica começou. Nem quando.

Tipo “fanzineiro da USP” – acha Sidney Magal um artista muito interessante por conta do impacto sociológico. Já leu alguns textos do Tatit, mas diz preferir seus filmes.

Tipo “forever young” – mais velho e experiente, é no mínimo quarentão. Divide-se em dois subtipos: 

Autoexilado em Los Angeles” – quer ser único. Para se destacar dos demais, vive à caça de bandas e artistas bizarros ou pouco conhecidos. Seus critérios não se baseiam em “qualidade” ou “atualidade” do trabalho, mas na estranheza, pura e simplesmente. Suas matérias divagam sobre a bandinha australiana que toca num pub de Canberra um novo som, o “punk aborígene”, ou a nova música do leste europeu, o “cabaret-rock esloveno”, que tem influências de Kurt Weill e Kurt Cobain.

“Coroa antenado do Leblon” – repercute qualquer coisa sobre o artista-revelação do momento, mesmo que nunca tenha ouvido seus discos.

Tipo “bastião da pureza do samba” – nunca esteve numa roda de samba, mas acha que o samba é a grande expressão da alma popular brasileira. Considera “música gringa” qualquer música que não contenha pandeiro e cavaquinho, mesmo se feita no Brasil. Defende a criação de uma estátua gigante de Dona Ivone Lara em lugar do Cristo Redentor.

Tipo “defensor apaixonado do senso comum” – acha que Michel Teló e Luan Santana são interessantes como fenômenos de massa, embora não goste de sua música. Mas, afinal, se o grande público adora, certamente tem alguma mágica escondida nisso daí. Defende que música popular tem também relevância antropológica. Considera Roberto Carlos tão importante para a humanidade quanto Freud.

Tipo “fundador obsessivo-compulsivo de movimentos imaginários” – este tipo é atualmente muito comum na cena. Nomeia tudo o que vê pela frente, no afã de entrar para a história como o descobridor/propagador de algum “ismo” e, para isso, não economiza desonestidade. Nem cinismo.

Tipo “sábio de facebook” – este não é necessariamente profissional, embora seja sempre implacável. Geralmente encarna o tipo “não ouvi e não gostei”. Acha toda a produção contemporânea um lixo, embora a do passado também não tenha sido grande coisa. Costuma ser do contra, e seu lema é algo como “se dizem que é bom, só pode ser ruim”.

Há ainda outros tipos, óbvio. Mas ficam para um próximo texto. 

VOCÊ É ESCRAVO DO CELULAR?

Eles roubam nosso tempo, atrapalham os relacionamentos e podem até causar acidentes de trânsito. Quando é a hora de desligar? Faça o teste e descubra se você é viciado em celular

Estamos viciados. Em qualquer lugar, a qualquer momento do dia, não conseguimos deixar de lado o objeto de nossa dependência. Dormimos ao lado dele, acordamos com ele, o levamos para o banheiro e para o café da manhã – e, se, por enorme azar, o esquecemos em casa ao sair, voltamos correndo.

Somos incapazes de ficar mais de um minuto sem olhar para ele. É através dele que nos conectamos com o mundo, com os amigos, com o trabalho. 

Sabemos da vida de todos e informamos a todos o que acontece por meio dele. Os neurocientistas dizem que ele nos fornece pequenos estímulos prazerosos dos quais nos tornamos dependentes. 

Somos 21 milhões – número de brasileiros com mais de 15 anos que têm smartphones, os celulares que fazem muito mais que falar. Com eles, trocamos e-mails, usamos programas de GPS e navegamos em redes sociais. 

O tempo todo. Observe a seu redor. Em qualquer situação, as pessoas param, olham a tela do celular, dedilham uma mensagem. Enquanto conversam. Enquanto namoram. Enquanto participam de uma reunião. E – pior de tudo – até mesmo enquanto dirigem.

É uma dependência difícil de eliminar”, diz o psiquiatra americano David Greenfield, diretor do Centro para Tratamento de Vício em Internet e Tecnologia, na cidade de West Hartford. “Nosso cérebro se acostuma a receber essas novidades constantemente e passa a procurar por elas a todo instante.” 

O pai de todos os vícios, claro, é o Facebook, maior rede social do mundo, onde publicamos notícias sobre nós mesmos como se alimentássemos um grande jornal coletivo sobre a vida cotidiana. 

Depois dele, novas redes foram criadas e apertaram o nó da dependência. Programas de troca de fotos como o Instagram conectam milhões de pessoas por meio das imagens feitas pelas câmeras cada vez mais potentes dos celulares. 

Os aplicativos de trocas de mensagem, como o Whatsapp, promovem bate-papos escritos que se assemelham a uma conversa na mesa do bar. O final dessa história pode ser dramático. Interagir com o aparelho – e com centenas de amigos escondidos sob a tela de cristal – tornou-se para alguns uma compulsão tão violenta que pode colocar a própria vida em risco.

Antes restritos à voz, os celulares inteligentes se transformaram em computadores portáteis que carregamos no bolso, às vezes sem nos dar conta de que dentro deles estão nosso círculo de amigos, nosso trabalho, nossas lembranças e – sobretudo – nossa disposição em responder a qualquer interrupção. Ele toca, vibra ou faz apenas aquele inconfundível ruído de chegada de uma nova mensagem – e pronto! Lá estamos nós digitando no meio da reunião, da aula, do almoço, do encontro amoroso, quando não em situações arriscadíssimas como o volante ou a mesa de cirurgia. 

Ninguém defenderá a volta a um mundo antigo, sem os confortos do mundo digital – até porque, de um ponto de vista puramente pragmático, isso é impossível. Mas é inegável que as novas tecnologias despertam novos padrões de comportamento e exigem profundas mudanças de hábito, para que cada indivíduo aprenda a conviver com elas de modo saudável. 

Os smartphones se tornaram ferramentas essenciais para a agilidade e a presteza, hoje tão necessárias para garantir os níveis de produtividade exigidos na economia moderna. Mas não podemos nos tornar escravos deles. É preciso saber a hora de desligar. E fazê-lo sem medo, sem sentimento de culpa e com a certeza de que somos nós – seres humanos – que devemos comandar as máquinas. E não o contrário.

MARANHÃO registrou em maio o metro quadrado mais caro do NORDESTE

Estado mantém-se na primeira colocação no custo médio da construção, de R$ 831,66, valor superior às médias da região (R$ 782,01).

O Maranhão mantêm-se na primeira colocação ao registrar no mês passado o metro quadrado mais caro da Região Nordeste. De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o custo médio da construção no estado chegou a R$ 831,66 em maio, valor superior às médias da própria região (R$782,01) e do Brasil (830,28).

Este ano, o custo médio da construção por metro quadrado no Maranhão iniciou-se em janeiro no valor de R$ 820,67 e desde então aumentou em R$ 10,99, alcançando em maio R$ 831,66. Custo que supera os de estados bem mais desenvolvidos como Minas Gerais (R$ 786,63) e Rio Grande do Sul (R$ 792,12).

No mês passado, o Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi), calculado pelo IBGE em convênio com a Caixa Econômica Federal, variou apenas 0,03% no estado. No ano, a taxa estadual está acumulada em 1,38%.

Acumulado - No Brasil, o Sinapi apresentou variação de 0,66% em maio, pouco acima do resultado de 0,64% de abril. Considerando os meses de janeiro a maio de 2012, a alta está em 2,55%, enquanto para o mesmo período do ano passado havia ficado em 3,20%. O resultado dos últimos 12 meses situou-se em 4,98%, abaixo dos 5,86% registrados nos 12 meses imediatamente anteriores. Em maio de 2011, a taxa havia ficado em 1,50%.

De acordo com a pesquisa do IBGE, por causa da pressão exercida pelo reajuste salarial decorrente de acordo coletivo, São Paulo registrou a maior taxa mensal. Em maio, a variação foi de 2,58%.

A Região Sudeste, com alta de 1,41%, registrou a maior taxa regional em maio, pressionada pelo reajuste salarial de São Paulo. As demais regiões apresentaram os seguintes resultados: 0,44% (Sul); 0,23% (Norte); 0,08% (Centro-Oeste) e 0,07% (Nordeste).

A Região Sudeste também se destacou em relação ao acumulado em 2012, apresentando a maior taxa no ano, 3,85%. Porém, no acumulado dos últimos 12 meses, a Região Sul registrou a maior variação, 6,50%.

O Sinapi
- O Sinapi é um sistema de pesquisa feita pelo IBGE em parceria com a Caixa Econômica Federal. Foi criado em 1969 para o setor de habitação, e em 1997 para o de saneamento e infraestrutura.

- Para realizar o estudo, o IBGE analisa mensalmente preços de materiais e equipamentos de construção, bem como os salários das categorias profissionais em estabelecimentos comerciais, industriais e sindicatos da construção civil, em todas as capitais dos estados.

Números
R$ 831,66 Foi o valor do custo médio
da construção por metro quadrado no Maranhão
registrado no mês passado
1,38% É a variação acumulada de janeiro a maio deste ano no custo da construção no
Maranhão, segundo o Sinapi

TELEFONE SOCIAL por R$ 13 para famílias de baixa renda

Nova tarifa representa um terço do que maioria paga pela assinatura do serviço

A população de baixa renda poderá pagar apenas R$ 13,31 mensais pela assinatura básica de um plano de telefonia fixa, de acordo com as novas regras aprovadas em abril pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações).

Para ter acesso ao telefone fixo mais barato, a família deve ser inscrita no CadÚnico (Cadastro Único para Programas Sociais), do governo federal, que atualmente conta com cerca de 22 mil famílias.

O cadastramento é feito pelo setor responsável pelo Programa Bolsa Família no município do interessado.

De acordo com a resolução, as operadoras terão que instalar o Aice nas residências em apenas sete dias.

Valor pode cair para R$ 9,50

A tarifa de R$ 13,30 poderá cair para R$ 9,50 caso os Estados decidam isentar o serviço de impostos. Na avaliação do Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor), é possível que as famílias de baixa renda não tenham interesse no serviço. A advogada do Idec, Veridiana Alimonti, fez uma avaliação:

— O Aice está se focando em famílias que talvez não tenham esse valor para gastar em um telefone fixo, talvez elas prefiram ter um telefone móvel pré-pago e colocar crédito. E muitas famílias que poderiam pagar R$ 13 e não podem pagar R$ 40 [preço da assinatura básica residencial convencional] estão excluídas por causa dessa restrição de atendimento do Aice.

Segundo ela, a assinatura básica convencional deveria baixar para patamares próximos aos oferecidos no Aice para todos os consumidores.

— Não se justifica que essa assinatura básica seja mantida nesses patamares em relação às obrigações que as concessionárias de telefonia fixa têm atualmente.

Ela também criticou o escalonamento da oferta do Aice, que determina que, no primeiro ano, apenas as famílias com renda de até um salário mínimo podem ser contempladas. A partir de junho de 2013, serão atendidas famílias com renda de até dois salários mínimos e, a partir de junho de 2014, com até três salários mínimos, contemplando todas as famílias do CadÚnico.

— Esperamos que o Aice dê certo, que ele de fato consiga melhorar a qualidade de vida e a possibilidade de comunicação das famílias brasileiras, mas consideramos que ele acaba se focando em famílias de baixa renda que muito provavelmente não terão interesse em gastar essa quantia com telefone fixo.

O Aice existe desde 2005 e tem atualmente cerca de 142 mil usuários. A intenção da Anatel com a mudança nas regras é contemplar as 22 milhões de famílias inscritas atualmente no CadÚnico.

sexta-feira, 8 de junho de 2012

Em São Luís LADRÃO é amarrado nu em poste por moradores do Radional

Um homem ainda não identificado foi amarrado nu em um poste por moradores do Bairro Radional nas primeiras horas da manhã desta sexta-feira (08).

Segundo as pessoas, ele assaltou um senhor que estava indo para o trabalho. 

O ladrão ainda tentou fugir, mas a população correu atrás dele e conseguiu capturar. 

Na tentativa de fuga, o homem caiu e se machucou.

Com ele, os moradores encontraram uma faca enferrujada, que era usada para praticar os assaltos. 

O homem aparentava estar drogado e batia bastante a cabeça no poste. Para que ele não se machucasse, as pessoas amarraram uma camisa em sua cabeça.

A FAZENDA: Gretchen diz que não fica com qualquer um; mas casa com qualquer um


Record poderá oferecer prêmio para quem aceitar se casar com Gretchen dentro da Fazenda  


A cantora mais (quase) famosa do Brasil, Gretchen, revelou no programa A Fazenda da TV Record, que não é de ficar com qualquer um, mas se for pra casar, o primeiro que aparecer ela aceita. 

Aos 53 anos, Gretchen disse também que o maior prêmio que poderá receber do Reality Show é sair de lá casada. 

Nos bastidores, um diretor da TV Record propôs que a produção do reality procure um patrocinador para oferecer um premio de 500 mil reais para quem aceitar se casar com Gretchen dentro da Fazenda. 

EM LIMA CAMPOS...' JAILSON' VOLTA POR CIMA

A VOLTA... POR CIMA! 
JAILSON FAUSTO E LIMACAMPENSES EM CLIMA DE REPÚBLICA

  
O PRÉ-CANDIDATO DO PR(22) CONQUISTA NOVAS ALIANÇAS E REFORÇA CADA VEZ MAIS O SEU GRUPO 

Assunto político é sempre polêmico. Aqui em Lima Campos as reviravoltas das manobras políticas causam sempre um alarde na população. Isto é absolutamente normal, já que POLÍTICA é a arte de concordar e discordar em grupo, e isto é fundamental para o desenvolvimento humano e também da sociedade. Protestantes ou católicos, apreciadores de doces ou salgados, flamenguistas ou vascaínos, todos tem o direito de manifestar a sua posição em relação ao assunto, desde que com respeito ao outro que não compartilha de suas preferências. 

A militância política aqui em nossa cidade é sempre algo muito comentado, pois os Limacampenses gostam de partilhar suas ideias, manifestar-se em relação a quem escolherão para ser o seu gestor municipal e, acima de tudo, torcerem por quem é o seu candidato. 

Nestas últimas horas o efeito mais bombástico foi sem dúvida alguma a confirmação da candidatura do Pré-Candidato do PR – Jailson Fausto Alves. Como sempre, a euforia em meio à alegria, leva a população a vibrar, mas também a refletir sobre tudo. 

O fato é que, cada vez mais com a aproximação de todos os acontecimentos que precedem as eleições, o povo e os líderes políticos tendem a tomar suas posições, e foi exatamente isto que aconteceu nestes últimos dias e horas do povo Limacampense; muitos abraçaram de forma calorosa e decisiva a candidatura do pré-candidato do PR. Dentre muitos e obedecendo a sequencia das fotos acima citamos: Igor Fontes e Pr.Cláudio Sampaio do PMN, Jaildo Alencar e Valdir Rocha do PRP. 

Quem também retornou ao grupo foi o Dr.Aristóteles e o filho Vicente Neto que depois de um breve rompimento, optaram mais uma vez em compartilhar da chapa que terá como candidato Jailson Fausto e Estevam Filho, candidatos a prefeito e vice, respectivamente. 

Como uma mera ferramenta de informação, nós apresentamos aqui este acontecimento a toda a população, que sabiamente irá ler, entender o nosso papel e cautelosamente irá julgar o que é certo ou errado, justo ou injusto e, assim, depois de analisar, fará a sua opção livre de escolha, já que isto sim, é direito e dever seu. Lembre-se você cidadão e eleitor Limacampense: o voto é livre e é uma ferramenta sua para esta escolha que decidirá quem nos governará por 4 anos. Você precisa saber que é livre para escolher, porém será responsável por sua escolha. Pense bem! Por Sidney Borges

Veja fotos abaixo

  
  
  
  
  

quinta-feira, 7 de junho de 2012

SURRA DE CAMA - QUEM DIZ QUE AS MULHERES GOSTAM?

Por Ivan Martins


Foi uma moça americana quem me disse, no meio de uma festa, que os homens brasileiros tinham mania de transar demorado. Em vez de fazer sexo de um jeito gostoso e rápido – que ela considerava ideal -, seu namorado brasileiro não parava enquanto ela não estivesse exausta e irritada. “Numa noite especial, de vez em quando, tudo bem”, ela me disse, cheia de impaciência. “Mas, a toda hora... Eu não sou maratonista.” 

Para que fique claro, ela não se queixava de longas e minuciosas preliminares. Reclamava do tempo excessivo de penetração, que ela considerava apenas uma exibição de vigor da parte dele. Ao final da festa, todo mundo bêbado, ela ainda voltou ao assunto e me perguntou se os brasileiros eram todos assim, exibicionistas. Constrangido e ofendido nos brios nacionais, eu respondi, encerrando a conversa, que não fazia a menor ideia.

Esse diálogo ocorreu faz tempo. Na hora, eu achei, com alguma razão, que era conversa de gringa, choque cultural e tal, mas o comentário ficou gravado. Desde então, toda vez que um amigo se gaba – como os homens fatalmente fazem – de ter dado “uma surra de cama” numa garota, dentro de mim uma voz sarcástica pergunta: “E ela, gostou?” 

Antes de prosseguir, uma informação em benefício das mulheres: os homens são terrivelmente solitários quando se trata de sexo. Embora gastem um tempo enorme falando do assunto, eles não trocam informações verdadeiras. Enquanto as mulheres conversam sobre as suas dificuldades, os homens relatam ao bando apenas os seus triunfos, reais ou imaginários. O resultado é que existem dois mundos opostos na cabeça masculina, quando se trata de sexo. Um é feito de performances medianas, vexames e glória eventual. É o mundo da experiência verdadeira, íntima. O outro mundo, repleto de conquistas épicas e ereções olímpicas, é o do relato mitológico dos outros. Qual é a realidade coletiva? Não faço ideia. Sei que na cama, como diria Fernando Pessoa, somos todos príncipes 

Quem salva os homens da completa desinformação em relação ao sexo são as mulheres. Elas nos relatam, em geral de forma indireta, o que acontece na intimidade delas e dos outros homens. Como não estão comprometidas em contar vantagem, nem preocupadas em destruir reputações, (exceto em uma ou outra ocasião...), vêm delas bons relatos. E opiniões menos apaixonadas. Por isso decidi, na semana passada, esclarecer diretamente com elas a história das transas demoradas: afinal, isso é bom para elas ou não é?

Minha pequena amostra, colhida entre mulheres de idades e situações conjugais distintas, sugere que o empenho dos homens em esticar aquele momento ao máximo pode ser inútil.

Várias mulheres dizem detestar sexo prolongado: “Enquanto o cara está lá, se achando o máximo, eu fico pensando, ‘meu deus, acaba logo com isso’”. Outras dizem gostar apenas de preliminares demoradas: “Elas são importantes e deliciosas”. Poucas afirmam gostar de “trepadas quilométricas”, com recordes de penetração. “No começo de um relacionamento ou empolgada com um flerte, é legal”, me disse uma. Mesmo quem gosta muito, faz ressalvas: “Tem de ter intensidade, sentimento. Não pode ser uma coisa mecânica”.

É quase unânime a opinião entre as mulheres que os homens estão se empenhando exageradamente por desinformação. “Acho que teve tanto marketing nas revistas femininas para combater a ejaculação precoce que a história virou para o outro lado”, me escreveu uma amiga. “Hoje, os caras vão para a cama como quem vai para um teste de resistência.” Ela me disse que a tendência é tão forte que as garotas começam a regular sexo por achar que o parceiro está esperando uma maratona – e elas não se sentem fisicamente preparadas. 

Outra coisa que fica nítida nessas conversas é o apego das mulheres por experiência emocionais durante o sexo, não somente físicas. Homens que não gozam privam a parceira de uma sensação importante de satisfação. Aqueles que gozam e depois se dedicam ao orgasmo dela ganham pontos na categoria da solidariedade erótica. Quem consegue gozar ao mesmo tempo em que elas, leva para casa um troféu de enorme valor por sintonia. Sentimentos, rapaz, sentimentos...

Claro, essas coisas variam de casal para casal. Quem gosta de um jeito com fulano pode gostar de outro com sicrano. É preciso explorar as possibilidades, no limite do temperamento de cada um. As regras são flexíveis, mas existe uma coisa chamada personalidade sexual. Alguns curtem sexo intensamente e são capazes de transar por horas. Outros gostam ainda mais, mas concentram seu prazer em espasmos curtos. Há os que se interessam menos pelo assunto.

Sexo, afinal, é diversidade, como tudo na vida. Muitos adoram correr, tantos detestam. Uns têm enorme capacidade de concentração, outros se distraem com facilidade. Há pessoas gulosas e aquelas naturalmente comedidas. Se as pessoas são diferentes em tudo, não é de esperar que se comportem da mesma forma na cama - a não ser que estejam tentando imitar um padrão, o que constitui enorme besteira. Um dos segredos públicos do sexo feliz é a necessidade de descobrir seu próprio jeito de ter prazer. Mas isso leva tempo e implica, necessariamente, em pôr de lado estereótipos e modelos.

Para os homens não é fácil. Desde que a gente é garoto, tem sempre um sabichão disposto a explicar do que as mulheres realmente gostam. Essas conversas prematuras e desinformadas, que envolvem quantidades imensuráveis de mentiras, tendem a encher nossa cabeça de lixo. Demora a livrar-se delas e descobrir, na prática do sexo, no afeto das relações, o que é bom e ruim, para nós e para elas. Na verdade, é um trabalho para a vida inteira.

Da minha parte, gosto de pensar em sexo como um trem em movimento. O orgasmo é uma estação onde todo mundo quer descer, de preferência juntos. Nem sempre dá. Em geral nós, homens, desembarcamos primeiro, e temos de esperar, cheios de dedos, pelo vagão da mulher, que vem lá atrás. Com a prática e as preliminares, a ordem se inverte: ela desce do trem primeiro, depois nos ajuda com a nossa bagagem. De um jeito ou de outro, o tempo da viagem é menos importante que chegar ao destino. Quando os dois estão os dois na plataforma, felizes, pode-se fazer qualquer outra coisa: passear, ler, dormir, comer. O trem do sexo, afinal, vai estar lá à nossa espera, toda vez que quisermos viajar. 

LOJA oferece namorada grátis na compra de presente para o dia dos NAMORADOS

Para conseguir vender mais presentes no dia dos namorados loja vai tentar tirar os solteiros da solidão  


O dia dos namorados está chegando, mas tem muita gente solteira por aí, para tristeza dos lojistas que venderão menos presentes. Entretanto, uma empresa maranhense está buscando inovação para conseguir vender mais: Na compra de um presente a loja irá oferecer uma namorada grátis por 24 horas. 

Segundo o gerente, as meninas ficarão disponíveis dentro da loja para serem escolhidas como namorada por um dia, por algum cliente. "A garota receberá um cachê para fazer tal sacrifício e quem tiver interesse em ganhar esse dinheirinho extra para namorar por um dia pode procurar a loja e se cadastrar", explica o gerente. 

O gerente da empresa confessa que é estranho oferecer uma namorada na compra de um presente para o dia dos namorados, mas se a loja não fizer isso não conseguirá alavancar as vendas no dia 12, porque os jovens estão, na grande maioria, solteiros.

DIA DE CORPUS CHRISTI

Nesta quinta-feira, 07, a Igreja Católica, em todo o mundo, comemora o dia de Corpus Christi. Nome que vem do latim e significa “Corpo de Cristo”.

A festa de Corpus Christi tem por objetivo celebrar solenemente o mistério da Eucaristia - o Sacramento do Corpo e do Sangue de Jesus Cristo.

Acontece sempre em uma quinta-feira, em alusão à Quinta-feira Santa, quando se deu a instituição deste sacramento. Durante a última ceia de Jesus com seus apóstolos, Ele mandou que celebrassem Sua lembrança comendo o pão e bebendo o vinho que se transformariam em seu Corpo e Sangue.

"O que come a minha carne e bebe o meu sangue, tem a vida eterna e, eu o ressuscitarei no último dia. Porque a minha carne é verdadeiramente comida e o meu sangue é verdadeiramente bebida. O que come a minha carne e bebe o meu sangue permanece em mim e eu nele. O que come deste pão viverá eternamente" (Jo 6, 55 - 59).

Através da Eucaristia, Jesus nos mostra que está presente ao nosso lado, e se faz alimento para nos dar força para continuar. Jesus nos comunica seu amor e se entrega por nós.

Origem da Celebração

A celebração teve origem em 1243, em Liège, na Bélgica, no século XIII, quando a freira Juliana de Cornion teria tido visões de Cristo demonstrando-lhe desejo de que o mistério da Eucaristia fosse celebrado com destaque.

Em 1264, o Papa Urbano IV através da Bula Papal "Trasnsiturus de hoc mundo", estendeu a festa para toda a Igreja, pedindo a São Tomás de Aquino que preparasse as leituras e textos litúrgicos que, até hoje, são usados durante a celebração. Compôs o hino “Lauda Sion Salvatorem” (Louva, ó Sião, o Salvador), ainda hoje usado e cantado nas liturgias do dia pelos mais de 400 mil sacerdotes nos cinco continentes.

A procissão com a Hóstia consagrada conduzida em um ostensório é datada de 1274. Foi na época barroca, contudo, que ela se tornou um grande cortejo de ação de graças.

No Brasil

No Brasil, a festa passou a integrar o calendário religioso de Brasília, em 1961, quando uma pequena procissão saiu da Igreja de madeira de Santo Antônio e seguiu até a Igrejinha de Nossa Senhora de Fátima. 
A tradição de enfeitar as ruas surgiu em Ouro Preto, cidade histórica do interior de Minas Gerais.

A celebração de Corpus Christi consta de uma missa, procissão e adoração ao Santíssimo Sacramento.

A procissão lembra a caminhada do povo de Deus, que é peregrino, em busca da Terra Prometida. No Antigo Testamento esse povo foi alimentado com maná, no deserto. Hoje, ele é alimentado com o próprio Corpo de Cristo.

Durante a Missa o celebrante consagra duas hóstias: uma é consumida e a outra, apresentada aos fiéis para adoração. Essa hóstia permanece no meio da comunidade, como sinal da presença de Cristo vivo no coração de sua Igreja.

Significado

Corpus Christi é uma expressão em latim que significa “Corpo de Cristo”, e é um feriado comemorado pela religião Católica. Corpus Christi é celebrado 60 dias depois da Páscoa, e no domingo depois de Pentecostes, e normalmente com procissões em vias públicas.

A celebração de Corpus Christi é marcada por procissões em diversos estados brasileiros, a procissão é feita nas ruas, onde as pessoas podem testemunhas e adorar a imagem do Corpo e Sangue de Cristo. 

Existem diversas cidades com procissões tradicionais, como em Pirenópolis, Goiás, que possui a tradição dos tapetes de serragem colorida e flores do cerrado, em Castelo, no Espírito Santo, onde as ruas são decoradas com enormes tapetes coloridos, assim como São Paulo, Minas Gerais, e outros.

quarta-feira, 6 de junho de 2012

CRIANÇA acorda, pede água no próprio velório, depois MORRE.

Por trás dos cartazes de protesto em frente ao Hospital Regional Abelardo Santos (HRAS), em Belém, uma história triste e dramática envolvendo uma família humilde e sem recursos. Kelvys Simão dos Santos, de dois anos, chegou andando ao hospital acompanhado pelo pai, Antônio Carlos Santos. Lá dentro, o garoto teria morrido, segundo o pai, após quatro sessões seguidas de aerosol. Para espanto da própria família, em Cotijuba, cidade natal do menino, durante o velório, Kelvys teria falado e pedido água. Foi então levado às pressas até a unidade de saúde, mas parou de respirar antes de ser atendido.

Os familiares de Kelvys procuraram a Seccional de Icoaraci, na tarde da última segunda-feira (4), para registrar Boletim de Ocorrência contra o hospital, por negligência médica. Segundo o pai, o menino foi dado como morto às 19h de sexta-feira (1), apresentando novamente sinais de vida por volta de 15h30 de sábado, 2. Foi enterrado na tarde do mesmo dia.

A criança foi encaminhada para o Abelardo Santos devido à falta de equipamentos e médicos em Cotijuba. Kelvys estava com quadro de insuficiência respiratória, broncopneumonia e desidratação. “Meu filho estava bem. Fiquei surpreso quando falaram que ele tinha morrido. Logo perguntaram se eu tinha condições de fazer o traslado do corpo e eu disse que não. Foi então que me ofereceram serviço funerário”, conta o pai do menino.

Antônio diz que o hospital ficou com as três vias do atestado de óbito, mas as três cópias do documento ficaram com a funerária que levou o corpo até o trapiche de Icoaraci. Um caixão foi então providenciado para a criança, de maneira gratuita.

ENTERRO

Segundo Antônio, uma psicóloga do hospital ainda teria dito para que ele não procurasse o Instituto Médico Legal (IML), uma vez que a instituição lhe cobraria uma série de taxas. Em Cotijuba, o enterro estava marcado para 14h, mas atrasou.

No velório, eu falei: ‘Filho, volta pro papai’. E por volta de 15h30 meu filho levantou do caixão e falou: ‘Pai, água’. Todo mundo levou um susto, teve gente que desmaiou e outros começaram a louvar a Deus. Ele tomou água e todo mundo começou a gritar falando para levar ele pro hospital”, lembra o pai, ainda emocionado.

O menino também teria arrotado e cuspido um pedaço de algodão. Uma parente teria passado óleo ungido na boca do menino. Antônio abraçou o filho e levou de moto para a Unidade de Saúde de Cotijuba.

Chegando lá, o médico de plantão deu a criança como morta. “Ele (médico) disse que se o meu filho estava vivo teria morrido no caminho do hospital”. O pai de Kelvys acredita que o HRAS foi negligente e que poderia ter salvado a vida do menino. “Eu quero justiça. Ele tinha chance de sair daqui vivo”, protesta, com lágrimas nos olhos.

INQUÉRITO

Amiga da família, Maria Raimunda Santos estava participando do protesto. “Eu já vi muita coisa nessa vida. Mas aquilo foi algo realmente sobrenatural”, conta.

Maria diz que veio de Cotijuba para cobrar uma atitude dos governantes. “Cotijuba também está abandonada. Eles só vão fazer alguma coisa quando alguém do poder público morrer”, reclama.

A diretora da Seccional de Icoaraci, Elizeth Cardoso, disse que vai abrir inquérito. “Vamos ver o que realmente aconteceu, ouvir médicos, pegar os prontuários, para então dar algum parecer. Não tenho como fazer um pedido de exumação, como o pai pediu. Tudo tem que ser investigado”. Em nota, a direção do Abelardo Santos informou que o paciente Kelvys foi internado às 15h34 da última sexta-feira,1, com febre de cinco dias e falta de ar há três dias. O menino foi examinado pela médica de plantão, que constatou desidratação e pneumonia, solicitando exames de laboratório e Raios-X.

No mesmo dia, às 19h30, Kelvys teve parada cardiorrespiratória, com morte registrada às 19h40, segundo a nota. A declaração de óbito aponta como causa da morte insuficiência respiratória, broncopneumonia e desidratação. Ainda segundo a nota, o pai informou que não tinha como arcar com o funeral e por isso foi acionado o auxilio-funeral da Fundação Papa João XXIII.

'FLAGRAS' nas redes sociais têm papel cada vez maior nos DIVÓRCIOS

A proliferação de câmeras digitais e smartphones e a popularização das redes sociais fazem com que os cônjuges infiéis tenham mais dificuldade em escapar incólumes, tendo um papel cada vez maior nas separações de casais, segundo advogados especializados em divórcios.

Postagens do Facebook já compõem 20% das provas
em processos de divórcio nos EUA
 
Embora não se consiga medir com exatidão a relação entre essas ferramentas e o fim das relações, a Associação de Advogados Matrimoniais dos EUA estima que as publicações no Facebook já correspondam a 20% das provas apresentadas por cônjuges do país na hora da separação. 

Fundado em 2004, o Facebook conta hoje com mais de 1 bilhão de usuários - muitos deles mantendo olhares suspeitos sobre as atividades de seus parceiros, ou com olhos atravessados para "amigos" que podem virar "amantes".

O site Facebookcheating.com reúne dezenas de histórias contadas por internautas sobre traições realizadas por meio da rede social.

Um dos usuários, identificado como ZDBZ, conta que encontrou a mulher adormecida em frente ao computador.

"Ia desligar o laptop quando vi várias janelas minimizadas. Abri e estava lá. Ela havia feito sexo online com um ex-namorado", diz o marido, cujo casamento já tinha 19 anos.

O diretor do site, Craig Gross, disse à BBC Mundo que a maioria dos e-mails que o site recebe relatam casos em que internautas põem em risco seus relacionamentos ao reencontrar ex-namorados ou paqueras da adolescência.

Ele diz acreditar que a rede não é a causadora direta da onda de divórcios, apenas facilitando a infidelidade de casais que já apresentavam problemas.
Rastreamento

A advogada especialista em divórcios Yulisa Rodriguez, que trabalha em Miami, diz que normalmente os "infiéis" são descobertos por mudanças no comportamento.

"Eles começam a passar mais horas diante do computador ou escondem seus celulares. O cônjuge começa a suspeitar e, um belo dia, o infiel acaba deixando a tela aberta e é pego", afirma.

Outros adultérios vêm à tona com mensagens de texto que deveriam ir para os amantes e acabam sendo enviadas, por engano, aos parceiros oficiais.

Horas diante do computador e celulares escondidos
podem ser indícios de traição, diz advogado
 
Mas há quem busque outras formas de surpreender aqueles que buscam aventuras, virtuais ou não, fora dos casamentos.

Embora seja ilegal rastrear computadores alheios nos Estados Unidos, há programas disponíveis na internet, como o Nannyware, voltado para a vigilância de menores, que podem muito bem servir aos interesses dos desconfiados.

A advogada diz que as autoridades policiais costumam desconfiar desse tipo de atividade. No entanto, também existem meios lícitos para descobrir traições.

Rodriguez diz conhecer quem tenha criado uma conta falsa no Facebook com o único propósito de simular uma relação virtual, a fim de descobrir se seus cônjuges são suscetíveis ao apelo da infidelidade.
Olhos por toda a parte

Não é apenas o uso das redes sociais por parte dos infiéis que pode trazer casos de traição à tona. A tecnologia também potencializa a fofoca e o risco de ser descoberto por meio de câmeras fotográficas alheias, segundo o advogado Antonio Pagan, especialista em divórcios em Miami.

"Conheço o caso de um cliente que foi descoberto porque uma amiga de sua namorada o flagrou no cinema com outra garota, tirando uma foto com o smartphone", afirma.

Outros são denunciados pelos populares aplicativos que mostram onde e com quem estão os internautas, como o Foursquare.

Embora amantes tendam a evitar tal tecnologia, a história pode ser revelada pela falta de cuidado (ou não) de algum amigo que, uma vez estando com eles, resolva marcá-los em alguma postagem.

Em um mundo marcado cada vez mais pela falta de privacidade, a tendência é que cada vez mais relações cheguem ao fim motivadas por traições, descuidos ou fofocas virtuais.

"É só o começo", diz o diretor do Facebookcheating.com.

Gross, que tem 36 anos e é casado há 13, dá sua receita para evitar problemas conjugais na rede. "Minha esposa e eu sabemos a senha do Facebook um do outro", afirma.

Confira a programação completa da VILA JUNINA 2012

Programação vai até o dia 29 de junho

Apresentações começam no dia 15 e vão até o dia 29 de junho. Bois de diversos sotaques e shows marcam as apresentações.

As apresentações do arraial da Vila Junina, em São Luís, começam no dia 15 e vão até o dia 29. Bois de diversos sotaques e shows marcam as apresentações do palco armado no São Luís Shopping.

Confira a programação* completa da Vila Junina 2012:
Sexta-feira (15)
19h - Folias Juninas
20h - Tambor de Crioula Unidos de Santa Fé
21h - Show de Gargamel
22h - Boi de Nina Rodrigues (Sotaque Orquestra)
23h - Boi da Floresta de Apolônio (Sotaque Baixada)
00h - Boi da Maioba (Sotaque Matraca)
01h - Boi de Morros (Sotaque Orquestra)

Sábado (16)19h - Tambor de Crioula Arte Nossa
20h - Coco Branco
21h - Boi da Lua (Sotaque Orquestra)
22h - Show de Mano Borges
23h - Cacuriá de D. Teté
00h - Boi Barrica (Alternativo)
01h - Boi de Maracanã (Sotaque Matraca)

Domingo (17)19h - Barriquinha
20h - Cacuriá da Vila Goreth
21h - Boi de Cofo (Sotaque Orquestra)
22h - Show de Gerude
23h - Boi de Axixá (Sotaque Orquestra)
00h - Boi Oriente (Sotaque Baixada)

Segunda-feira (18)19h-Cacuriá Libertos da Noite
20h - Dança do Boiadeiro da Cidade Operária.
21h - Boi Encanto do São Cristóvão (Sotaque Orquestra)
22h - Show de Ronald Pinheiro
23h - Dança Indígena Cararás de Monção
00h - Boi Mirantes da Ilha (Sotaque Orquestra)

Terça-feira (19)19h - Dança Portuguesa Realeza de Portugal
20h - Boi Barbosa de Rosário (Sotaque Orquestra)
21h - Show de Gabriel Melônio
22h - Boi de São Simão (Sotaque Orquestra)
23h -Boi Pirilampo (Sotaque Orquestra)
00h - Boi União da Baixada (Sotaque Baixada)

Quarta-feira (20)19h - Grupo Piaçaba
20h - Show de Soraya Alhadef
21h - Boi Brilho da Ilha (Sotaque Orquestra)
22h - Boi Unidos Venceremos (Sotaque Zabumba)
23h - Boi de Pindaré (Sotaque Baixada)
00h - Boi Humberto de Campos (Sotaque Orquestra)

Quinta-feira (21)19h - Cacuriá Letrado
20h - Tambor de Crioula Catarina Mina
21h - Boi Novilho Branco (Alternativo)
22h - Show de João Marcus
23h - Boi de Axixá (Sotaque Orquestra)
00h - Boi de Nina Rodrigues (Sotaque Orquestra)
01h - Boi de Ribamar (Sotaque Matraca)

Sexta-feira (22)
19h - Boi de Mirinzal (Sotaque Orquestra)
20h - Dança Portuguesa Império de Lisboa
21h - Show Bumbauê
22h - Cacuriá de D. Teté
23h - Boi de Morros (Sotaque Orquestra)
00h - Boi da Maioba (Sotaque Matraca)
00h - Boi de Rosário (Sotaque Orquestra)

Sábado (23)19h - Boi da Juventude de Miranda do Norte (Sotaque Orquestra)
20h - Dança Sertaneja Estrela de Prata
21h - Cacuriá do Jhon
22h - Show de Papete
23h - Boi Barrica (Alternativo)
00h - Boi Brilho da Ilha (Sotaque Orquestra)
01h - Boi Unidos de Santa Fé (Sotaque Baixada)

Domingo (24)
19h - Quadrilha Nova Esperança
20h - Barriquinha
21h - Boi da Rama Santa (Sotaque Costa de Mão)
22h - Show de Rosa Reis
23h - Boi da Lua (Sotaque Orquestra)
00h - Boi Pirilampo (Sotaque Orquestra)

Segunda-feira (25)19h - Cacuriá Estrela do São Francisco
20h - Quadrilha Flor do Sertão do Monte Castelo
21h - Baile de Caixa
22h - Boi Novilho Branco (Alternativo)
23h - Boi Brilho da Terra (Sotaque Orquestra)
00h - Boi de Ribamar (Sotaque Matraca)

Terça-feira (26)
19h - Quadrilha Flor do Amor
20h - Cacuriá Assa Cana
21h - Boi Brilho de Areia Branca (Sotaque Costa de Mão)
22h - Show de Zé Lopes
23h - Boi da Floresta de Apolônio (Sotaque Baixada)
00h - Boi de Presidente Juscelino (Sotaque Orquestra)

Quarta-feira (27)
19h - Quadrilha Asa Branca
20h - Coco Pirinã
21h - Boi Mimoso de São Bento (Sotaque Orquestra)
22h - Boi de Pindaré (Sotaque Baixada)
23h - Boi Brilho da Ilha (Sotaque Orquestra)
00h - Boi da Pindoba (Sotaque Matraca)

Quinta-feira (28)19h - Dança Portuguesa Arte e Beleza de Portugal
20h - Barriquinha
21h - Show de Betto Pereira
22h - Boi de Leonardo (Sotaque Zabumba)
23h - Boi de Axixá (Sotaque Orquestra)
00h - Boi de Nina Rodrigues (Sotaque Orquestra)
01h - Boi da Maioba (Sotaque Matraca)

Sexta-feira (29)
19h - Baião de Seis (Grupo Gamar)
20h - Quadrilha Formosinha do Sertão
21h - Cacuriá de D. Teté
22h - Boi Proteção de São João(Sotaque Matraca)
23h - Boi de Morros (Sotaque Orquestra)
00h - Boi Unidos de Santa Fé (Sotaque Baixada)
01h - Boi Barrica (Alternativo)
*programação sujeita a alterações

terça-feira, 5 de junho de 2012

80% das obras do ESTÁDIO CASTELÃO já foram concluídas

O projeto de reforma inclui a recuperação de vias de acesso, instalação de catracas eletrônicas, entre outras modificações.

Encontra-se em fase de conclusão as obras de reforma e modernização do Estádio Castelão, em São Luís. Durante vistoria no local, nesta segunda-feira (4), o secretário de Estado de Infraestrutura, Max Barros, revelou que 80% dos trabalhos já foram realizados. "Estamos com o cronograma adiantado e a previsão é de concluir tudo até o dia 8 de agosto, um mês antes do aniversário de São Luís", declarou.

Ele explicou que toda a parte estrutural foi recuperada, os vestiários estão fase de conclusão, incluindo o setor para aquecimento dos atletas que será totalmente climatizado. Também haverá substituição das subestações - serão duas de 1.250 KVA - para atender a capacidade elétrica projetada, e instalação de dois grupos geradores com autonomia de 60 minutos cada.

O projeto de reforma inclui a recuperação de vias de acesso, instalação de catracas eletrônicas, de 22 câmeras para CFTV, adaptação total aos portadores de necessidades especiais (inclusive nos banheiros), instalação de 12 cabines de rádio e quatro cabines de TV, todas climatizadas; dois centros de imprensa, uma sala de entrevista coletiva e moderno sistema de iluminação - com instalação de 75 novos holofotes na marquise e 70 nas duas torres -, atendendo às necessidades de iluminação para favorecer as transmissões de TV.

Max Barros também explicou sobre a redução da capacidade de público do Castelão, de 72 mil para 40 mil lugares, garantindo mais conforto para a torcida. Antes, o espaço destinado a um torcedor era de 30 cm, agora, ele deve ser de, no mínimo, 45 cm. "Todos os estádios que passaram por reforma reduziram a capacidade de público para cumprir com o que determina do Estatuto do Torcedor, pois agora todos os torcedores devem ficar sentados e ter acesso facilitado às áreas de fuga em casos de emergência".

Os investimentos para a reforma do Castelão são da ordem de R$ 25 milhões, recursos do tesouro estadual. Max Barros disse que a governadora Roseana Sarney e o secretário de Estado de Esporte e Lazer, Joaquim Haickel vão definir a programação para inauguração do Castelão. "Há uma proposta de realização de uma partida do Campeonato Brasileiro, mas não há nada oficialmente definido", ressaltou.

Cadeiras
As cadeiras do Castelão começaram a ser colocadas há duas semanas. Segundo a Lotil, contrutora responsável pela obra, todas as cadeiras deverão ser fixadas dentro de 30 dias.

Internet
O secretário Max Barros confirmou que o Castelão vai disponibilizar a rede de internet durante os jogos, além de outros serviços. Quem for ao Castelão poderá utilizar as redes sem fios nos iphone, ipad…

Bancos
Uma medida interessante foi a mudança no local do banco de reservas e de imprensa. A partir de agora, atletas, jornalistas e árbitros que trabalhavam no túnel ao lado do antigo setor 1 não pegarão mais aquele sol tremendo na cara. Os túneis agora estão na sombra.

Veja as Fotos
  
  
  

Justiça condena REDE GLOBO E ANA MARIA BRAGA a pagar R$ 150 mil à juíza por danos morais

O TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo) condenou a Globo e a apresentadora Ana Maria Braga a pagar R$ 150 mil por danos morais a uma juíza. 

A 2ª Câmara de Direito Privado negou o a recurso da emissora e da apresentadora, que pretendia reformar a sentença que as condenou ao pagamento de indenização por danos morais a uma juíza de direito.

De acordo com a decisão dos desembargadores, em seu programa Mais Você, Ana Maria Braga teria se referido à magistrada de forma crítica e depreciativa – inclusive citando seu nome –, ao comentar decisão sua sobre um homem que, em liberdade provisória, assassinou uma mulher. A autora ajuizou ação por danos morais. 

Em recurso, a emissora e apresentadora alegaram, que a apresentadora não deve fazer parte do polo passivo da ação, já que em seu comentário está imbuído de interesse coletivo e amparado no legítimo dever de informar. O desembargador Neves Amorim, em seu voto, afastou a tese de ilegitimidade passiva da apresentadora e manteve os termos da sentença recorrida. 

Segundo ele, “a própria vítima, em depoimento, apontava a ausência de periculosidade do condenado, contudo, em liberdade provisória, veio a assassiná-la. Ora, não há nenhum indício de que a autora tenha decidido fora do regramento jurídico ou de que tenha fundamento a sentença em provas que não estavam nos autos em debate”. 

O relator apontou ainda o teor excessivo dos comentários tecidos contra a juíza. “O interesse público a que se referem os recorrentes de fato está presente na notícia, contudo a forma como fora apresentada ao público extrapolou o direito constitucional de crítica, livre manifestação do pensamento e o do dever de informar da imprensa.” 

A Rede Globo informou que não se pronuncia por processos judiciais em andamento.

INDEPENDENTE DA DECISÃO DE DINO, TADEU SERÁ CANDIDATO

O pré-candidato do PP à sucessão do prefeito João Castelo, o ex-prefeito Tadeu Palácio, reuniu hoje (04), no período da noite, com os dirigentes do PRTB e do PMN. Este último controlado pelo professor Moraes, mas sobre as rédeas curtas do vereador Astro de Ogum.

Palácio tem certeza de que não será ungido candidato da cooperativa coordenada pelo presidente da Embratur, Flávio Dino (PCdoB).

Os números que se cruzam nas pesquisas qualitativas realizadas por quatro institutos apontam o nome de Edivaldo Holanda Júnior (PTC) para ser o candidato da oposição ao prefeito João Castelo e a governadora Roseana Sarney (PMDB).

Turrão e sem compromissos com grupos políticos, Tadeu não vai desistir da sua candidatura. Ele, que liderava a intenção de votos em todas as pesquisas, tem amargado quedas sucessivas nas últimas consultas.

A mais recente, da Escutec, mostra que Palácio desceu das tamancas. Caiu nos seus 24 para 20.

segunda-feira, 4 de junho de 2012

LEÓ (do Bar do Léo) precisa de doação de sangue, urgente!

Seu Léo (do bar) está em estado grave na Unidade Intensiva do Hospital Geral. 

Para prosseguir com algum tratamento, ele precisa de sangue. 

Por favor, se você tiver 50kg ou mais, não tiver bebido nas últimas 12 horas, se nunca teve hepatite, dirija-se à Hemomar e faça a doação direcionada a Leonildo Peixoto Martins, após isso, peça o comprovante da doação e entregue à família no Bar do Léo (na feira do vinhais) para que a família exija o recebimento do sangue doado! Contamos com todos! Tipo de sangue: O+

O bar do Léo é patrimônio de São Luis, que fica localizado no bairro do Vinhais, e possui um dos maiores acervos musicais do estado.

Seja sangue bom!Pode ser qualquer tipo de sangue, mas se for O+, melhor!

domingo, 3 de junho de 2012

Teste revela que o jogador NEYMAR é mais sensível ao toque do que o iPad

Teste feito por computador durante a derrota do Brasil para o México mostrou a sensibilidade de Neymar


Um teste feito por um programa de computador, durante o jogo Brasil x México – onde o Brasil perdeu de 2 a 0 -- revelou que o jogador Neymar é mais sensível ao toque do que o próprio iPad da Apple. 

Tocou caiu – assim é Neymar – conforme o resultado do teste. 

O teste mostrou ainda que, até o vento é capaz de desequilibrar o jogador Neymar. Já o iPad, apesar de ser também bastante sensível, tem mais força de sustentação que o jogador. 

O amistoso 

No jogo contra o México, a seleção brasileira mostrou que as obras da Copa estão bem adiantadas, se comparadas com a preparação e treinamento da equipe.

Justiça manda PÂNICO ficar a 100m de SILVIO SANTOS e proíbe imitação

Os humoristas do Pânico e todos os profissionais da Band estão proibidos de imitar, captar e exibir imagens e até de se aproximarem do apresentador Silvio Santos.

Wellington Muniz, o Ceará, que não poderá
mais imitar Silvio Santos 
 
O desembargador Vito Guglielmi, do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, concedeu na última segunda-feira efeito suspensivo proibindo profissionais da Band de se aproximarem do apresentador em um raio de 100 metros, para captar imagens ou fazer entrevistas.

Guglielmi também proibiu a Band "da perseguição, do cerco e do constrangimento à participação [de Silvio Santos] em seus programas".

A Band também está impedida de fazer a "captação, utilização e exibição de suas imagens [de Silvio Santos] e características pessoais, inclusive por meio de imitações e caricaturas, principalmente no que envolva a sua exploração não autorizada, sob pena de multa diária de cem mil reais".

A decisão, assim, impede o humorista Wellington Muniz, o Ceará, de interpretar seu principal personagem já no programa de amanhã.

Embora a medida tenha sido provocada pelo Pânico, ela afeta todos os programas da Bandeirantes.

O agravo de instrumento [instrumento jurídico que resulta no efeito suspensivo, como uma liminar de segunda instância], foi pedida pelo próprio Silvio Santos.

O dono do SBT ficou "profundamente aborrecido" com o fato de humoristas do Pânicoterem dublado uma ação sua, colocando em sua boca um palavrão que ele não teria dito.

Nos programas dos dias 6 e 13 de maio, o Pânico mostrou Rodrigo Scarpa, o Repórter Vesgo, abordando Silvio Santos na entrada do salão de cabeleireiros Jassa, em São Paulo. Silvio Santos não quis conversa. Fez um gesto que o Pânico interpretou como um palavrão ("vai se f...").

Silvio Santos recorreu ao Tribunal de Justiça porque não teve sucesso na primeira instância da Justiça. O juiz que analisou o caso negou liminar porque, avaliou, feriria a liberdade de imprensa.

Mas o desembargador Vito Guglielmi interpretou que houve "abuso" por parte doPânico.

Cabe recurso da decisão.

A Band não quis comentar.

VEJA a programação junina da Praça Maria Aragão para este domingo (3)

Apresentações do domingo terão início às 18h. Programação retornará na terça-feira (5).


Programação junina anima este domingo na Praça Maria Aragão 

No domingo (3), a animação junina volta à Praça Maria Aragão, em São Luís, com apresentações especiais para o público infantil e muitas atrações que representam a rica diversidade da cultura maranhense como o tambor de crioula, bumba-meu-boi e cacuriá. 

Já na segunda-feira (4), a programação dá uma pausa, mas retorna na terça-feira (5) com um festival de danças, no qual cerca de 20 grupos de diferentes manifestações como quadrilha, dança portuguesa, cacuriá e dança do boiadeiro se apresentarão. 

Confira a programação deste domingo (3): 

18h – Quadrilha Mirim Mocinha do Sertão 
19h – Barriquinha Mirim 
20h – Tambor de Crioula Fé de São Benedito 
21h – Show da banda Mákina du Tempo 
22h – Bumba-meu-boi de Leonardo (sotaque de zabumba ) 
23h – Cacuriá de Dona Teté 
00h – Bumba-meu-boi de Morros (sotaque de orquestra)

SENTIR CIÚME FAZ BEM A RELAÇÃO? por Bruno Rosostolato

CIÚME

Breno Rosostolato
“Sentir ciúme faz bem a relação?”, “Quem não sente ciúme é porque não gosta”. Tá ai uma velha pergunta sem uma resposta certa. Uma afirmação sem muitos fundamentos. 

A relação amorosa entre homens e mulheres sempre foi prejudicada pelo ciúme. Inicialmente, o ciúme do homem estava ligado ao medo de falsificação da descendência - dar seu nome e criar um filho que não fosse seu. Esse temor serviu como justificativa para a violência extrema que as mulheres sofreram nas sociedades patriarcais. Para elas, entretanto, esse sentimento, caso existisse, era proibido de se manifestar. Cabia-Ihes exclusivamente ser virtuosas e obedientes. 

A revolução sexual dos anos 60 irrompeu no mundo ocidental, trazendo a separação definitiva entre sexo e reprodução e, conseqüentemente, a igualdade de condições entre homens e mulheres nessa área, além do fim do tabu da virgindade. No entanto, com toda essa liberação, ao contrário do que se poderia supor, o homem ficou mais ciumento e a mulher passou a expressar essa emoção na mesma intensidade que ele, ilustrando muito bem uma constante: homens e mulheres sente ciúmes nas mesmas proporções, pois não podemos acreditar que este sentimento seja mais comum a um ou a outro. 

Mas por que o ciúme é aceito como parte do amor? Por que se defende sua presença numa relação amorosa, mesmo sabendo que o preço pago é tão alto? Encontramos ao menos parte da resposta na forma como o adulto vive o amor, que é em quase todos os aspectos semelhante à forma da relação amorosa vivida com a mãe pela criança pequena. 

Regina Navarro Lins (2007:194) explica que “o bebê quando nasce busca paz, aconchego e proteção no contato físico com outra pessoa, visando atenuar seu desamparo. Sentindo-se sozinho, entra em pânico e chora até que alguém o pegue no colo e o acalente. É a primeira manifestação de amor do bebê. Ele ama a mãe (ou equivalente) porque ela atenua a sensação de abandono. Busca estar sempre próximo a ela. À medida que vai crescendo e ampliando seu universo, a necessidade constante da mãe vai diminuindo. 

Mesmo assim, a criança se vê freqüentemente ameaçada de perder esse amor, sem o qual perde o referencial na vida e também fica vulnerável à morte física. Mostra-se controladora, possessiva e ciumenta, desejando a mãe só para si” e acrescentaria que, desta maneira, desperta o ciúme do pai, excluído totalmente desta relação dualística. 

Este desconforto do pai, uma sensação de inutilidade e traição é alicerçada por um ciúme, o que o faz interromper esta simbiose, importante para posicionar mãe e filho. 

Mesmo depois de adultos, quase todos associam para sempre o temor de não ser amados à perda de tudo, à morte. Esse risco, que é verdadeiro na infância, continua sendo alimentado por uma educação que não permite ao jovem se desligar da dependência emocional dos pais. 

Quando surge uma relação amorosa, ele passa de uma dependência para outra. Agora é por intermédio da pessoa amada que tenta satisfazer todas as necessidades infantis. Curiosamente, as pessoas vão buscar em seus companheiros características semelhantes aos próprios pais, dependendo do tipo de relação e vínculo estabelecido na infância.

Uma coisa é fato, o ser humano não consegue ficar sozinho. Só está bem ao lado da pessoa amada. Reeditando a mesma forma primária de vínculo com a mãe, o antigo medo infantil de ser abandonado reaparece. Se o amor é a solução de todos os problemas e se o convívio amoroso é a única forma de atenuar o desamparo, a pessoa amada se torna imprescindível. Não se pode correr o risco de perdê-la. O controle, a possessividade e o ciúme passam, então, a fazer parte do amor. 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...