sábado, 7 de julho de 2012

POLYARTE - O MAGO DOS TEMPEROS (PEDREIRAS-MA)

POLYARTE - O artista das panelas  expressa nos pratos o real significado da liberdade, valoriza a sua terra (Pedreiras-MA) assim como o perfume que exala do seu fogão de barro e do fogão industrial, dessa forma enriquece através do paladar as nossas origens às margens do Rio Mearim.

Gastronomia rima com poesia. 

Não basta ser um cozinheiro, é preciso ser um químico, um cientista, um alquimista, quem sabe até mesmo um compositor, permitindo que a alma se entregue a sublime "inspiração". 

Finalizar uma música buscando na essência da criação algo que lembre um "Peba na Pimenta" ou uma "Linha Imaginária (seu moço)", transformando o prato em uma canção, e imaginando que ao finalizá-la estará dando também o último acorde nas cordas do violão. Esse grande artista da cozinha pedreirense, humildemente empresta cor, aroma e sabor aos nossos pratos. 

POLYARTE o poeta das panelas, se não consegue escrever como João do Vale, dedique a recitar os teus versos através dos aromas, toque a alma através do sabor, desperte a paixão através do paladar, faça dos teus pratos uma confissão pública de amor.

 
CALDEIRADA DE SURUBIM AO LEITE DE COCO - UM MANJAR DOS DEUSES

AS BELAS DE TRIZIDELA DO VALE - BELEZA EM POLÍTICA AJUDA?

Até um certo tempo atrás era corriqueiro ouvir: "Política é o show dos feios". Não demorou nada e a política começou a ficar realmente mais próxima de um grande espetáculo, projetando pessoas bem-falantes e bem ajeitadas, que tanto poderiam estar num comício quanto num BBB. 

Em outras palavras, num mundo em que todos querem ser belos, a política atrai os esteticamente privilegiados em número crescente e lhes dá um bom empurrão inicial. Depois, seu desempenho tende a ser julgado por padrões mais comuns. 

Candidatos bonitos que se exibem demais contam pontos contra: atitudes provocantes e sensualidade explícita contrariam em tudo a imagem de eficiência e dever cívico que se espera, ou se deveria esperar, dos políticos. Mas a beleza, evidentemente, ajuda. 

Se considerarmos beleza como a capacidade de atração, são pouquíssimas as áreas em que ela não tem alguma influência. Estudos mostram que, quanto mais bonita é uma pessoa, maior é seu salário e até maiores são as chances de ser absolvida por um júri. Até professores bonitos são beneficiados, pois recebem trabalhos mais benfeitos. Assim, é natural o bom desempenho de políticos bonitos. 

A primeira mensagem que o eleitor percebe, antes do plano semântico, é o plano estético. O primeiro discurso, o que mais impacta, é a mensagem da estética. Essa primeira impressão ajuda a determinar se o candidato terá ou não chance de segundas e terceiras impressões – aí, sim, mais diretamente ligadas a propostas políticas. 

Em suma, beleza não é o principal fator de decisão na hora de apertar o "confirma", mas ajuda, e bastante, a atrair os eleitores. Beleza não se sobrepõe a biografia e posicionamento. Agora, se contar com os três, dificilmente um candidato perderá a eleição. 

Boa Sorte Meninas.....

sexta-feira, 6 de julho de 2012

NA MORAL? Não entendi o Programa do BIAL

Alexandre Pires e Pedro Bial durante o programa

O primeiro programa Na Moral foi ao ar na noite desta quinta-feira (5). O jornalista – que ganhou popularidade quando, há dez anos, deixou as reportagens para apresentar o Big Brother Brasil, pôs em debate na estreia o tema “politicamente correto”.

No palco, para ajudá-lo na discussão, o jornalista Antônio Carlos Queiroz, autor da cartilha “Politicamente Correto e Direitos”; o filósofo e professor Luiz Felipe Pondé, que escreveu o “Guia Politicamente Incorreto da Filosofia” e Maria Paula – a ex boazuda do Casseta e Planeta que agora se apresenta como psicóloga. “Fala sério!”, como ela mesma tratou de arrematar suas intervenções.

O quarto convidado era Alexandre Pires. Aí que ficou estranho. O programa levantou novamente a discussão sobre a acusação de racismo contra o clipe da música “Kong”, no qual o cantor aparece cantando ao lado de mulheres de biquíni e homens fantasiados de gorila. A Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial não gostou nada do que viu. Achou que o clipe reforça estereótipos de inferiorização da população negra. O caso foi levado ao Ministério Público.

Embora a discussão seja pertinente, o assunto está velho. A história com Pires aconteceu há dois meses. O caso já foi arquivado pela justiça. Nesta semana, a polêmica é com outro pagodeiro, o Thiaguinho, cujo produtor – sem querer – acabou por ferir um cão ao soltar uma bomba junina na porta do hotel.

Pires brincou dizendo que, na época, a coisa “ficou preta” para o seu lado. Maria Paula o absolveu. Para encerrar a polêmica, Bial chamou ao palco mulheres de biquínis e homens fantasiados de gorila, tal qual no clipe. Todos riram, inclusive Pires, que em um passado recente chorou com o caso. Tudo resolvido.

Esse era o propósito? Absolver Pires de uma vez por todas? Não entendi.

Quando a coisa começou a esquentar no programa, com Bial perguntando nas ruas se existia diferença entre chamar alguém de “preto” (o que foi visto como preconceito) ou de “viado” (o que foi visto como engraçado), o programa chegou ao fim. Não sem antes Bial citar a marchinha de Lamartino Babo “O teu cabelo não nega”, que tem os versos O teu cabelo não nega, mulata/ porque és mulata na cor /Mas como a cor não pega, mulata/ Mulata quero o teu amor. Que discussão legal daria, não?

O tempo, meia hora aproximadamente, foi corrido demais para o que o programa pode oferecer. E isso transpareceu com os depoimentos de pessoas que estavam na plateia e que foram exibidos com os créditos já rolando na tela. Ficou a impressão que faziam parte do programa. Como o tempo foi curto, foram jogados para um espaço menos nobre.

Aliás, algo que tomou tempo desnecessário foi o depoimento de uma ex-estagiária de marketing que dava a entender que se tratava de um caso de assédio sexual no trabalho. No final, era amor. A “cantada” virou casamento. Sem sal. A conclusão? “As aparências enganam”.

Na semana que vem, o assunto é privacidade. Na moral, será que Pedro Bial vai abrir a sua? Afinal, ele vive nos convidando para espiar a vida alheia…

(Danilo Casaletti)

Gravações da NOVELA de época da REDE GLOBO em São Luís


Equipe da Prefeitura realiza lavagem hidrotérmica nas ruas utilizadas para filmagem
Equipe da Prefeitura realiza lavagem hidrotérmica nas ruas utilizadas para filmagem
A Prefeitura de São Luís, por meio das secretarias municipais de Turismo (setur), Obras Públicas (Semosp), Comunicação (Secom), Segurança (Semusc) e Trânsito e Transporte (SMTT), está apoiando, logisticamente, as filmagens da próxima novela das 18h da Rede Globo, que acontecem durante o mês de julho, na Praia Grande.

São Luís foi escolhida como cenário para a gravação das cenas iniciais da novela por manter preservado seu casario colonial, possibilitando, com isto, a ambientação da cidade do Rio de Janeiro do início do século passado.

A nova trama das 18h da TV Globo é do núcleo do diretor Dennis Carvalho e irá substituir “Amor Eterno Amor”. Abordará a chegada do futebol ao Brasil e os primeiros passos do nascimento do samba. Dividido em duas fases, o folhetim começa em 1904 e, depois, terá um salto de tempo de seis anos.

No elenco, além de Lázaro Ramos, Camila Pitanga e Marjorie Estiano – protagonistas da novela, também estão Alessandra Negrini, Rafael Cardoso, Isabela Garcia, Maria Clara Gueiros, Caio Blat, Bia Seidl, Sheron Menezzes, Daniel Dalcin, Cássio Gabus Mendes, Zezé Barbosa, Beatriz Segall, Maria Padilha, Milton Gonçalves, Paulo Betti, Guilherme Piva, Susana Ribeiro, Débora Duarte e Tuca Andrada. A estreia está prevista para o mês de setembro. Alguns atores participarão de ensaios fotográficos para revistas nacionais, como forma de promover e divulgar os atrativos turísticos de São Luís.

“São Luís está servindo de cenário para uma novela que será veiculada em todo o Brasil demonstra que o trabalho de divulgação dos atrativos arquitetônicos da cidade, da sua cultura e as ações de preservação do Centro Histórico alcançaram o efeito desejado. Isto prova que a cidade tem estrutura para receber eventos distintos, inclusive uma novela”, comentou o secretário municipal de Turismo, Liviomar Macatrão.

NO CAMINHO DAS PEDRAS: ELCINHO GIRIO



Outro dia passando pela Rua Crescêncio Raposo me deparei com o blogueiro, professor e candidato a vereador, Elcinho Gírio, dono do Blog www.elcinhoatitude.blogspot.com.br, este um dos primeiros sites de discussão politica e assuntos regionais de Pedreiras e Trizidela do Vale. Chamei-o para uma conversa e ao longo da tarde tivemos um bom bate-papo.

Na conversa, o jovem político falou de sua vontade de atuar pelo legislativo municipal e de suas intensões ao lançar novamente seu nome como candidato a vereador, explanou, ainda sobre projetos e sobre seu engajamento político nas causas sociais. Oposicionista de carteirinha, Elcinho milita contra o atual Governo do Estado, agindo de forma incisiva sendo desfavorável a administração atual do município. Ao conversar com o falante moço, percebe-se facilmente sua inclinação pela política partidária mais aguerrida com um discurso forte e confrontador. Hoje está como presidente do PTC de Pedreiras, mesmo assim, por pouco não teve sua candidatura prejudicada, sendo cogitada até sua saída da disputa por causa de uma coligação que o desfavorecia no bloco onde estava PP e PPS, no entanto, depois de alguma conversa e um pouco de sensatez, o PTC do sonhador Elcinho ficou livre para se aliançar onde quisesse. 


Andando com o professor de história Elcinho Gírio pelo Bairro Matadouro, podemos discorrer um mais um pouco sobre política, a condição social de nosso povo e a caótica situação daquela comunidade. Muitos sonhos, muitas propostas e poucas oportunidades... Elcinho reclama que na política, infelizmente há privilegiados, assim o desfavorecendo em uma eleição.

Observando a cidade de Pedreiras e Trizidela do Vale do alto de um morro, pode-se ver facilmente o crescimento acelerado, porém, o progresso não anda no mesmo compasso. Muitas indagações, reluzem e vem à tona, muitos destes, só aqueles que percorrem Pedreiras de fora para dentro e dentro para fora podem enxergar. Começar a olha nossas cidades de diversos ângulos é fundamental para que deseja ajudar a desenvolver nossa comunidade.

quinta-feira, 5 de julho de 2012

PROFECIA do fim do mundo é cumprida com a vitória do CORINTHIANS na Libertadores (Humor)

Corinthians é campeão da Taça Libertadores; Lula se alia com Maluf; Renan Calheiros assume o Conselho de Ética e outras


Todas as profecias para que o mundo acabe em dezembro vem sendo cumpridas, preocupando a população que teme o fim do mundo. 

A última profecia cumprida foi a vitória do Corinthians, contra o time argentino Boca Juniors, por 2 a 0, na ultima quarta-feira (5), dando o título de campeão da Libertadores ao time brasileiro. 

Lula se une a Maluf; Renan Calheiros assume o conselho de Ética do Senado; Eike Batista perde quase metade da fortuna, NASA fotografa o deserto do Saara dizendo que é Marte; Pássaro sofre mutação e ganha cabeça de rato; Brasil querendo fazer Copa do Mundo, e agora: Corinthians é o campeão da Taça Libertadores. 

Para o profeta Aroldo Alves, a vitória do Corinthians na Taça Libertadores de América, deixa claro que não falta mais nada para o mundo acabar. "Só resta agora esperar o dia 21 de dezembro", disse. 

Aroldo aproveitou para parabenizar os corintianos pela vitória. "Comemorem bastante o título antes que o mundo acabe", disse. 

PASTORES GAYS se casam e passam a lua de mel no MARANHÃO

Anderson Pereira, 34, e Roberto Soares, 29, casaram no sábado, dia 30. Casaram um com o outro. Ambos são pastores da igreja Cristã Contemporânea Belo Horizonte.

A congregação, sediada no Rio de Janeiro, é voltada para o público homossexual. Os dois pastores são cariocas, moram juntos há dez anos.

Anderson disse esperar que a união dos dois sirva de exemplo a outros casais homossexuais.

Segundo ele, depois da celebração da união entre eles, mais cinco casamentos estão marcados para serem realizados no mesmo templo, em 2013. Ao todo, conforme Pereira, 110 pessoas participam dos cultos no local, realizados nas quartas-feiras e aos domingos.

Eu sempre fui evangélico e participava de cultos tradicionais, que me fizeram acreditar que a minha opção sexual não era algo que vinha de Deus, e por eu não dar conta disso, eu me afastei por 16 anos. Eu queria ser evangélico, mas me fizeram acreditar que Deus não me aceitava do jeito que eu sou” afirmou.

Pereira disse ainda que sempre teve o desejo de se casar e formar uma família.

Há cinco anos, quando comecei a frequentar os cultos da igreja contemporânea, eu comecei a resgatar esses sonhos meus”, citou.


quarta-feira, 4 de julho de 2012

SEEDORF detona os rivais do BOTAFOGO (veja o vídeo)

O velho ditado já diz: quem nunca comeu mel, quando come se lambuza.

Os botafoguenses, pouco acostumados a boas notícias, estão verdadeiramente eufóricos desde que foi anunciada a contratação do holandês Seedorf.

Depois da contratação do meia, os torcedores postaram na internet um vídeo em que o novo camisa 10 do Glorioso fala sobre Flamengo, Vasco e Fluminense.


Veja  a entrevista

BRITÂNICO é achado nu com cachorra de estimação da ex, mas nega sexo

Kelly Thacker afirma ter flagrado o ex-marido durante o ato. Ex teria feito sexo com a cadela em 15 de janeiro do ano passado.


Britânico Nicholas Saunders negou ter feito sexo com a cadela de estimação de sua ex-mulher.
O britânico Nicholas Saunders, de 46 anos, negou em audiência no tribunal ter feito sexo com a cadela de estimação de sua ex-mulher, mas admitiu que estava nu na cama com o animal chamado "Sasha", segundo reportagem do jornal "London Evening Standard".

Kelly Thacker afirma ter encontrado o ex, com quem tem dois filhos, em sua cama tendo relações sexuais com a cadela em 15 de janeiro do ano passado.

Quando foi detido, Saunders forneceu amostras de material encontrado em seu pênis. 

De acordo com o promotor Frank Abbott, da Corte de Gloucester, exames forenses identificaram o DNA de um cão na amostra.

terça-feira, 3 de julho de 2012

OS MORTOS ESCREVEM - por Zeca Baleiro

Vida além da morte? Reencarnação? Psicografia? Não creio. Tampouco duvido convictamente



“No antigo Paço da Boa Vista, nas audiências dos sábados, quando recebia toda gente, atendeu D. Pedro II a um negro velho, de carapinha branca, e em cujo rosto, enrugado pelo frio de muitos invernos, se descobria o sinal de muitas penas e muitos maus-tratos.

- Ah, meu senhor grande! – exclamou o infeliz. Como é duro ser escravo!...

O magnânimo imperador encarou suas mãos cansadas no leme da direção do povo e aquelas outras, engelhadas nas excrescências dos calos adquiridos na rude tarefa das senzalas, e tranquilizando-o, comovido:

- Oh, meu filho, tem paciência! Também eu sou escravo dos meus deveres e eles são bem pesados... Teus infortúnios vão diminuir...

E mandou liberar o preto.

Mais tarde, nos primeiros tempos do seu desterro, o bondoso monarca, a bordo do Alagoas, recebeu a visita do ex-ministro; às primeiras interpelações de Ouro Preto, respondeu-lhe o grande exilado:

- Em suma, estou satisfeito e tranquilo.

E, aludindo à sua expatriação:

- É a minha carta de alforria... Agora posso ir onde quero.

A coroa era pesada demais para a cabeça do monarca republicano. Aos que me perguntarem no mundo sobre a minha posição em face da morte, direi que ela teve para mim a fulguração de um Treze de Maio para os filhos de Angola.”

Como o leitor já deve ter percebido, este texto foi escrito por um morto. Não um morto qualquer, mas Humberto de Campos, escritor e jornalista maranhense que fez grande sucesso a partir da segunda década do século XX. Cronista cheio de verve crítica e humor, seus textos se espalharam por jornais de todo o país, tornando-o um dos escritores mais populares de sua época. O tal texto de Campos teria sido psicografado por Chico Xavier em 1935. Prossegue o finado escriba:

“A morte não veio buscar a minha alma, quando esta se comprazia nas redes douradas da ilusão. A sua tesoura não me cortou fios da mocidade e de sonho, porque eu não possuía senão neves brancas e rígidas à espera do sol para se desfazerem. O gelo dos meus desenganos necessitava desse calor de realidade, que a morte espalha no caminho em que passa com a sua foice derrubadora... Na minha trincheira de sacos de água quente, eu a vi chegar quase todos os dias... E na minha alegria bárbara, sentia-me encurralado no sofrimento, como um lutador romano aureolado de rosas... Adormeci nos seus braços [da morte, sim] como um ébrio nas mãos de uma deusa”.

Humberto de Campos morreu em 1934, aos 48 anos, quase cego e gravemente enfermo. Do além, nesta “Carta aos que Ficaram”, ele sentencia: “E posso acrescentar, como o neto de Marco Aurélio [segundo consta, alcunha dada ao imperador brasileiro por ninguém menos que Victor Hugo, o grande escritor francês], no tocante à morte que me arrebatou da prisão nevoenta da Terra:

- É a minha carta de alforria... Agora posso ir onde quero.

Os amargores do mundo eram pesados demais para o meu coração”.

Seja um texto de Chico Xavier ou escrito por Humberto de Campos através de sua pena - e antena espiritual -, ninguém poderá negar que o relato tem estilo, ainda que abuse das expressões rebuscadas típicas da época. Tempos depois, diante do sucesso dos textos psicografados de Humberto, os familiares do “autor” exigiram royalties sobre suas crônicas d’além-túmulo, o que obrigou Xavier a buscar outras conexões literárias. Ele ainda psicografaria sonetos de Cruz e Sousa, Antero de Quental e Augusto dos Anjos, além de contundentes crônicas póstumas de Eça de Queiroz.

Vida além da morte? Reencarnação? Psicografia? Não creio. Tampouco duvido convictamente. São de Rita Lee os versos sátiro-filosóficos que ora faço meus: “Não acredito em nada, só não duvido da fé”.

JOÃO DO VALE é compositor Brasileiro que mais emociona JÔ SOARES (veja o vídeo)

Ontem dia (02.07) JÔ SOARES em seu programa deu o seguinte depoimento: "Um dos compositores que mais me emociona quando eu escuto sempre é o JOÃO DO VALE. Ele tem um suingue, tem um balanço, em tudo o que ele faz, de modo que é realmente uma música típica do Nordeste" Jô Soares.


Veja o Vídeo


segunda-feira, 2 de julho de 2012

Que diabo fizeram com FÁTIMA BERNARDES?

A jornalista Fátima Bernardes, e os gênios da Rede Globo passaram mais de seis meses pensando um formato de programa para ela e deu nisso que estreou recentemente...

Fátima em seu programa: apenas autoreferenciação
Mas o que é isso, exatamente?

O programa é o que se pode chamar de “uma m….”. Arrastado, sem ritmo, sem emoção e com assunto sem graça e repetitivos.

Exatamente igual a todos os outros que a Globo já fez para outros jornalistas da casa. 

Não há novidade alguma para um programa que passou oito meses sendo gestado.

Egolatra, Fátima passa boa parte do tempo a falar de si mesma. “Meu cabelo é patrimônio nacional”, disse ela numa das entrevistas. “O povo brasileiro diz que eu sou pé-quente”, afirma ela, em outra.

Mas quem disse isso a ela? Que povo estabeleceu seu corte de cabelo como patrimônio nacional?

Só o estrelismo da jornalista intocável pode justificar tanto egoísmo.

No mais, o programa é ruim mesmo.

Só aquele pessoal sentado com cara de babaca a cada discussão de assunto não tem paralelo na TV brasileira. Em qualquer programa, de qualquer emissora, a platéia tem mais presença – De Serginho Groissman a Ratinho; de Sílvio Santos ao Pânico na Band.

Mas Fátima se acha e vai continuar, infelizmente.

Já estou com saudades dela no Jornal Nacional...

ELES largaram as profissões para se tornarem MANICURES

Vinícius Franco, Roberto, Roberto Carlos e Elton 
Típicos ‘machões’, eles trabalhavam como mecânicos, frentistas e metalúrgicos até que resolveram largar tudo e virar manicures

A profissão virou negócio de família: já são 16 parentes trabalhando com unhas de porcelana, e metade deles é de homens. 

No início sofreram preconceito, mas hoje colhem os frutos da ousadia. 

Além de fazerem sucesso com a mulherada, são famosos no ramo e já atenderam celebridades como Gilberto Gil, Caetano Veloso, Jorge Vercillo, Moraes Moreira, Cléo Pires, Alcione e Aracy Balabanian.

Começou com cunhado meu que era guardião de piscina num hotel e conheceu alemã que trabalhava com isso. Ele casou com ela, aprendeu o ofício e passou para a família”, conta Roberto Carlos, 47, o mago das unhas — como ele mesmo se denomina. 

Roberto revela que quando trocou a função de frentista pela de designer de unhas, sua mulher ficou preocupada. “Ela achou que eu tinha virado bicha. Os amigos sacanearam. Hoje, ela reza para eu ficar no ramo”, ri.

Segundo o sobrinho de Roberto, Elton Santos, 28, a profissão tem efeito inverso: é chamariz de mulheres: “A gente vai fazer a unha delas, aí o papo rola, começam a dar em cima. Todas as minhas namoradas tinham unha de porcelana”. Dos homens da família, todos são casados e têm filhos.

Mas nem tudo são rosas quando o assunto é esmalte. Roberto Carlos já passou maus bocados com a polícia. “Fui parado numa blitz e mandaram abrir a mala. Quando viram o pó de porcelana, suspeitaram”, conta. Segundo ele, atender famosos também não é fácil: “Eles ligam e a gente tem que ir até eles. Já tive que ir no Canecão na hora que Alcione ia cantar porque a unha quebrou”.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...